quarta-feira, 22 de novembro de 2017

INDÚSTRIA MASCAROU ESTUDOS SOBRE MALEFÍCIOS DO AÇÚCAR HÁ 50 ANOS...

FONTE:, Leticia Fuentes, (https://www.msn.com).


indústria açucareira americana mascarou resultados e deixou de financiar pesquisas científicas sobre os efeitos negativos do açúcar 50 anos atrás, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira no periódico PLOS Biology. Os autores analisaram documentos da década de 1960 e perceberam evidências de intervenção por parte da Fundação de Pesquisa sobre Açúcar (SRF, na sigla em inglês), que manipulou pesquisas em animais para proteger interesses comerciais e influenciar a opinião pública.

Segundo os autores do estudo, se os experimentos não tivessem sido manipulados, o debate sobre o impacto do consumo de açúcar na saúde teria começado bem antes, adiantando medidas de prevenção contra doenças cardíacas, diabetes, obesidade e outros. “A Associação do Açúcar [organização americana voltada ao comércio] provou em 1969 que as calorias do açúcar tinham diferentes efeitos metabólicos do que as calorias do amido”, disse em comunicado a autora Cristin Kearns, da Universidade da Califórnia, em São Francisco, nos Estados Unidos. A cientista descobriu os documentos da indústria e decidiu dar início às investigações. “Isso contrasta radicalmente com a posição pública [da associação], da época e de agora, de que todas as calorias são iguais.”

Kearns e sua equipe descobriram documentos que revelavam que a indústria açucareira começou a trabalhar em conjunto com nutricionistas e outros cientistas para apontar a gordura e o colesterol como as principais causas das doenças arteriais coronarianas, um conjunto de graves doenças cardíacas. O objetivo era minimizar evidências de que o consumo de sacarose também é um fator de risco e incentivar o consumo por parte do público. Os pesquisadores relatam no estudo recém-publicado que a SRF financiou secretamente uma revisão no New England Journal of Medicine, em 1967, para eliminar qualquer evidência que ligasse o consumo de sacarose aos níveis de lipídios no sangue e às doenças cardíacas.

Os estudos mascarados teriam revelado que a sacarose, principal substância que compõe o açúcar de mesa, é uma indutora da hiperglicemia (níveis altos de açúcar no sangue, que leva à diabetes) e que seu consumo pode estar associado ao câncer de bexiga. Se essas informações fossem disponibilizadas ao público já na década de 1960, saberíamos há 50 anos que o açúcar é um produto potencialmente carcinogênico.

Todas essas descobertas foram feitas durante o Projeto 259, uma série de estudos em animais financiados pela SRF de 1968 a 1970 que foi interrompido e enterrado depois que resultados preliminares começaram a indicar efeitos negativos do açúcar.


“Este caso é mais uma ilustração de que, assim como a indústria do tabaco, a indústria do açúcar tem uma longa história de supressão de resultados científicos que não apoiam seus interesses econômicos”, disse o coautor Stanton Glantz, professor de medicina na Universidade da Califórnia e diretor do Centro de Pesquisa e Educação em Controle do Tabaco da instituição.

GINASTA DIZ TER SIDO ABUSADA SEXUALMENTE POR MÉDICO DA EQUIPE...


Trata-se da terceira atleta a acusar de abuso o médico.


Dona de três medalhas de ouro olímpicas, a ginasta Gabby Douglas revelou nesta terça-feira que também foi abusada sexualmente pelo ex-médico da equipe dos Estados Unidos de ginástica, Larry Nassar. Trata-se da terceira atleta a acusar de abuso o médico, que já foi condenado pela Justiça.

Douglas fez a revelação nas redes sociais ao se desculpar por comentários feitos anteriormente. Ela havia sido criticada por afirmar que as mulheres deveriam usar roupas menos provocativas para evitar abusos. E, ao se retratar sobre o post, ela revelou também ter sido vítima de Larry Nassar.

"Seria como dizer que, só porque usávamos roupas de ginástica, era nossa culpa ser abusada por Larry Nassar", declarou Gabby Douglas. "Eu não entendi meus comentários como colocar a culpa nas mulheres porque não importa o que você vista, isso nunca dá o direito a ninguém de abusar de você."

A ginasta de 21 anos disse que não havia feito a revelação anteriormente porque "foi condicionada a ficar em silêncio". "Eu não tornei públicas as minhas experiências, como fizeram outras colegas, porque durante anos nós fomos condicionadas a ficar em silêncio e, honestamente, algumas coisas são extremamente dolorosas."

Douglas é a terceira ginasta da forte equipe dos Estados Unidos, campeã olímpica por equipes nos Jogos de Londres-2012, a revelar caso de abuso sexual por parte do médico. Antes dela, fizeram a denúncia Aly Raisman e McKayla Maroney.

Larry Nassar, de 54 anos, sofreu outras quatro acusações de abuso sexual. Ele já se declarou culpado por conta das denúncias e pode pegar 25 anos de prisão. O médico atuou com atletas da ginástica por mais de duas décadas na equipe americana e também na Michigan State University. Ele foi demitido do time dos EUA em 2015 devido às acusações.

CIENTISTAS DESENVOLVEM COQUETEL QUE PODE AJUDAR NO COMBATE AO ALZHEIMER...

FONTE: Colaboração para o UOL, (http://noticias.uol.com.br).


Cientistas japoneses descobriram uma combinação de medicamentos que pode ser crucial para o tratamento do Mal de Alzheimer. A pesquisa com células-tronco, divulgada na última terça-feira (21) pela Universidade de Kyoto, diz ter encontrado um coquetel que reduz as Beta-amiloide. A alta produção dessas proteínas no cérebro é tida como um dos principais fatores para o desenvolvimento da doença.

Para a experiência, publicada no jornal on-line "Cell Reports", o grupo de pesquisadores criou células-tronco pluripotente induzidas (células iPs, na sigla em inglês) de pessoas, incluindo pacientes com Alzheimer, e as cultivou in vitro para replicar tecidos cerebrais doentes.

Depois, os cientistas criaram neurônios derivados dessas células iPS para cinco pacientes com histórico de Alzheimer na família; para quatro sem histórico na família, mas na área de risco considerada "Alzheimer esporádico"; e para quatro perfeitamente saudáveis.

O grupo testou 1.258 drogas nos tecidos e identificou que a combinação mais eficiente para reduzir as proteínas Beta-amiloide foi um coquetel de três medicações existentes: bromocriptina, usada para tratar o Mal de Parkinson; cromoglicato, usada para asma; e topiramato, usada no tratamento de epilepsia. Ao usar as três medicações simultaneamente, o experimento mostrou que a acumulação de Beta-amiloide reduziu em mais de 30%.

No relatório, os pesquisadores explicam que "o coquetel mostrou um efeito significativo e potente e promete ser útil" no desenvolvimento de drogas para tratar a doença.

"Houve um efeito a nível celular, mas ainda não estamos temos certeza de como pode afetar um ser humano", afirmou Haruhisa Inoue, professor da Universidade de Kyoto e membro da equipe, à imprensa japonesa.


Segundo o centro de pesquisas, esta é a primeira vez na história em que uma combinação de medicamentos consegue reduzir as proteínas Beta-amiloide. Alzheimer é o mais comum tipo de demência no planeta. De acordo com a organização internacional que acompanha a doença, ADI, há 46,8 milhões de pessoas com o Mal no mundo. Estima-se que o número cresça para 131,5 milhões até 2050.

FÃS PEDEM EXPULSÃO DE MARCOS HARTER DA 'FAZENDA' POR VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA...

FONTE:
http://www.correio24horas.com.br

A hashtag #MarcosExpulso é uma das mais comentadas no Twitter.



Uma briga dentro do programa A Fazenda 9 durante o episódio que foi ao ar na última segunda, 20, fez os telespectadores se posicionarem em suas redes sociais para pedir a expulsão de Marcos Harter do reality show por violência psicológica contra Flávia Viana.

Durante uma atividade - na qual os participantes deveriam classificar seus colegas de confinamento como engraçado, assustador, espião, dramático, mocinho e vilão e justificar sua escolha -, Marcos chamou a peoa de "vilã" e disse que tem medo do jogo dela: "Eu acho o teu jogo assustador Flávia, porque você é muito dissimulada". Ele ainda a alfinetou, dizendo que "algumas pessoas podem ganhar R$ 10 milhões, mas serão eternamente pobres se o espírito for pobre".

"Felicidade incomoda. Minha risada te incomoda", falou Flávia. Vendo que ela estava se abalando, o cirurgião disse para ela não chorar. "Eu choro a hora que eu quiser. Você é médico e tem que aprender a lidar com os sentimentos das pessoas. Você é baixo", acusou Flávia.

A cena foi considerada por muitos telespectadores como violência psicológica e os fez pedir a expulsão do participante. Por volta das 17h desta terça-feira, 21, a hashtag #MarcosExpulso era uma das mais comentadas no Twitter.

Marcos Harter foi expulso da 17ª edição do Big Brother Brasil por indício de agressão à sua namorada dentro do programa, Emilly Araújo.

SUPERBACTÉRIAS: DE ONDE VÊM, COMO VIVEM E SE REPRODUZEM...

FONTE: Ascom/Anvisa,http://leiamais.ba

A resistência aos antimicrobianos é real.

Bactérias que se tornam mais fortes por causa do uso de antibióticos de forma errada. O que pode parecer uma profecia alarmista é na verdade uma realidade nos sistemas de saúde de todo o mundo. A resistência aos antimicrobianos, especialmente a resistência aos antibióticos, é um tema que preocupa tanto os países desenvolvidos como países em desenvolvimento. O problema é mais sério em locais onde o consumo de antibióticos não é bem controlado nem orientado.
A explicação para o surgimento de bactérias mais resistentes está na teoria da seleção natural das espécies elaborada por Charles Darwin. Quando são expostas aos antibióticos, um grupo pequeno de bactérias mais fortes pode sobreviver e posteriormente se reproduzir. Isso significa que, a cada geração, as bactérias mais resistentes dão origem a outras bactérias que também são resistentes.
Quando o microrganismo é resistente a um ou mais antimicrobiano de três ou mais categorias dizemos que ele é multirresistente.
Essa resistência pode surgir por uma mutação que dá ao microrganismo condições de resistir ao medicamento. Também pode acontecer pela troca de material genético entre microrganismos comuns com microrganismos resistentes.
O problema é mais frequente com antibióticos, mas também afeta antivirais, antifúngicos e antiparasitários. Antimicrobiano é o nome comum para todos estes medicamentos.
Por isso, o uso de antibióticos adequados para o tipo de infecção, no tempo correto e na dosagem correta é fundamental para evitar a sobrevivência de bactérias mais resistentes.
Além disso, outros fatores também contribuem para o surgimento de superbactérias. Conheça os principais:
·         Tratamento maior ou menor que o recomendado pelo médico.

·         Uso de antibiótico para tratar doenças que não são infecções bacterianas, exemplo, gripe.

·         Uso de antibiótico não indicado para o tipo de bactéria que está causando a infecção.

·         Uso inadequado de antibióticos na área veterinária, especialmente em animais utilizados para o consumo humano.

·         Falta de um bom controle de infecções nos serviços de saúde.

Os serviços de saúde são locais de preocupação das autoridades de saúde quando o assunto é resistência aos antibióticos. Isso porque são locais com alta concentração de microrganismos que causam doenças e também de antibióticos de diferentes tipos.
Vai faltar antibiótico?
O principal problema da resistência é a redução das opções de antibióticos para tratar infecções por bactérias mais fortes. Cada vez que uma pessoa adoece por causa de uma bactéria resistente, o tratamento se torna mais difícil. Se esta pessoa estiver infectada por uma bactéria multirresistente, ou seja, resistente a diferentes antibióticos, é possível que não se encontre um tratamento adequado.
Quem se torna resistente? A bactéria ou a pessoa?
Quem se torna resistente é a bactéria. Se uma pessoa contrai uma bactéria resistente, o seu tratamento será mais difícil.
O que posso fazer?

As medidas para conter a resistência aos antibióticos dependem tanto dos pacientes como dos profissionais que prescrevem os medicamentos e dos outros profissionais de saúde.

PROCURADORES SE RETIRAM DE EVENTO EM PROTESTO CONTRA PRESENÇA DE MORO...

FONTE: Lenise Aubrift Klenk, com Cleverson Bravo e Narley Resende, BandNews Curitiba, (http://paranaportal.uol.com.br).


Um grupo de procuradores municipais de Curitiba desistiu de participar do Congresso Nacional da categoria por causa da presença do juiz federal Sérgio Moro na abertura do evento, na terça-feira (21), na capital paranaense. Quando o nome do magistrado foi confirmado, 72 procuradores municipais assinaram uma nota endereçada ao presidente da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM), Carlos Mourão, para manifestar a insatisfação do grupo.

O grupo de procuradores que organizou o protesto contra o juiz deixou o local quando Moro iniciou a palestra. O magistrado foi o último palestrante da noite.

Cerca de 25 procuradores municipais endossaram a manifestação, mas permaneceram no Congresso para protestar contra a presença do magistrado. A ideia inicial do grupo era fazer um protesto silencioso durante o congresso. Mas segundo o procurador municipal de Fortaleza e ex-presidente da ANPM, Guilherme Rodrigues, três faixas trazidas pelo grupo foram tomadas pela organização.

“A ideia não era ter vaia, não era ter protesto barulhento. A ideia levantar uma faixa e nos retirarmos exatamente por não concordar com esse convite”, disse. “Nós tivemos as faixas apreendidas e, por isso, não nos restou outra solução a não ser expressar com a voz o que a gente ia expressar com as faixas”.

Em meio a aplausos de participantes que ficaram em pé para saudar Moro, na plateia, também era possível ouvir algumas vaias e gritos de ‘vergonha’ quando o nome do juiz era mencionado.
Segundo Guilherme Rodrigues, houve um movimento orquestrado da organização para impedir vozes dissonantes.

“Se não podia mais desconvidar um juiz que é um juiz polêmico, que dividiu a categoria, se não meio a meio, que trouxe insatisfação, nós pedimos para que fizessem um contraponto. Ouvisse uma opinião do mesmo tema, com uma outra visão. Nós sugerimos, inclusive, o ex-ministro da Justiça, Eugênio Aragão. Para nós, a negativa do convite nos deu a certeza de que aqui foi armado um palco que na verdade não é de combate a corrupção”, afirma. “Não se combate a corrupção combatendo direitos fundamentais”.

Para a procuradora municipal de Fortaleza Rosaura Brito Bastos, Moro exerce uma magistratura acusatória, que desrespeita os advogados e a defesa dos réus. “A ele, ao juiz da causa, que deveria ser imparcial, só servem as provas que venham a contribuir com a tese dele, que é acusatória. Um juiz não pode ser acusador”.

“Quando ele age dessa forma, ele desrespeita o trabalho dos advogados. Não existe hierarquia, não existe uma superioridade. Não se admite que um juiz mande um advogado calar e boca e mande ele fazer concurso para juiz. Nós não queremos ser juízes, nós queremos ser advogados”, afirma.

Palestra.

Em sua palestra, ao relatar episódios descobertos na Lava Jato, Sérgio Moro disse que a corrupção é um comportamento desviante, que pode ocorrer em qualquer lugar. Moro citou o caso do Rio de Janeiro como um exemplo.

“É possível cogitar a possibilidade, e isso é algo um tanto quanto aterrador, de que esquemas criminosos semelhantes se reproduzam em outras esferas – estadual, municipal, em vários países e vários locais dessa nação. O exemplo mais visível atualmente talvez seja o estado do Rio de Janeiro, onde, puxando o fio de uma investigação originada de corrução em contratos da Petrobras, se identificou um esquema criminoso muito mais complexo a abrangente”.

O juiz também diz ser necessária vontade política para combater a corrupção sistêmica, da mesma forma com que o Brasil conseguiu promover outras mudanças estruturais nos últimos anos.

“É inegável que, nas últimas décadas, houve avanço significativo em relação ao enfrentamento da desigualdade, pobreza no Brasil, com programas relevantes de transferência de renda, programas de cotas nas universidades públicas. Tudo isso revela que não existe problema invencível desde que haja vontade política”, disse.


Além de Moro, o arquiteto e urbanista Jaime Lerner apresentou palestra na abertura do Congresso Nacional dos Procuradores Municipais. O evento será encerrado na sexta-feira (24), com as palestras do ministro do Superior Tribunal de Justiça Joel Paciornik e do procurador do município de São Paulo e ex-ministro da Justiça Eduardo Cardozo.

COMO ENFRENTAR O SOBREPESO E A OBESIDADE?...

FONTE: Da Redaçãohttp://leiamais.ba

Gastroenterologista destaca as principais causas e problemas do sobrepeso.

Uma alimentação desequilibrada, marcada pela ingestão de processados pobres em nutrientes, vitaminas e minerais, pode trazer uma série de riscos à saúde.
É o caso do sobrepeso e da obesidade, que escondem por trás dos quilos extras uma relação extensa de complicações que vão muito além da estética. Diabetes, hipertensão, dislipidemia, que é o excesso de gordura no sangue, e esteatose hepática, conhecida como doença do fígado gordo, são algumas delas.
Considerada uma epidemia mundial, a obesidade também aumenta o risco de infarto. E, uma vez, diagnosticado o problema, é preciso investir no controle do peso de modo continuado, saudável e a longo prazo.
Perder peso e ganhar novamente, ou seja, o efeito sanfona, traz prejuízo ao organismo. O cuidado vale também para dietas milagrosas, com medicamentos chás e suplementos que prometem perda rápida de peso.
A orientação é procurar o acompanhamento de um médico que vai analisar os hábitos de vida, o histórico de doenças e a história familiar do paciente para propor cuidados e uma alimentação saudável, que deve ser incorporada à rotina durante toda a vida
A médica gastroenterologista Virgínia Figueiredo, da Diagnoson a+, do Grupo Fleury, destaca que as principais causas do sobrepeso e da obesidade são a má alimentação e o sedentarismo, agravados ainda pela ingestão de álcool em grande quantidade, combinação perigosa, mas que pode ser evitada.
Ela lembra, também, que o hábito alimentar saudável deve ser construído já na infância. Consumos de refrigerante, sucos artificiais ou mesmo sucos naturais, com açúcar adicional, embutidos e o abuso de alimentos processados, são prejudiciais à saúde e favorecem quadros de obesidade desde a infância precoce.
No lugar deles, vale apostar em alimentos naturais, ricos em fibras, nutrientes e vitaminas (frutas, legumes, grãos, cereais), que são fundamentais para o bom funcionamento do organismo.
Dra. Virgínia lembra que não é preciso se privar do que gosta de comer ou ficar escravo da balança. “ O caminho é o do equilíbrio. Quando percebemos que é possível preparar alimentos saudáveis e saborosos, e que podemos contar com eles para a promoção da nossa saúde e do nosso bem-estar, fica mais prazeroso adotar uma alimentação alinhada à um estilo de vida mais saudável”, afirma.
Segundo levantamento da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO), o Nordeste brasileiro tem cerca de 44% da população adulta em situação de obesidade. Na infância, o índice é de 28.15%.
A obesidade infantil precisa ser olhada com atenção pelos pais e escolas, que devem envolver a criança numa rotina alimentar saudável. A ida ao mercado é um momento importante e saber escolher os alimentos que colocamos no carrinho é parte fundamental do processo de controle e combate ao sobrepeso.
Em 2016, ao lançar a Década de Ação das Nações Unidas para a Nutrição, a Organização das Nações Unidas (ONU) chamou a atenção para a grande transição epidemiológica e nutricional por que atravessa o mundo. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), 1,9 bilhão de pessoas no planeta está acima do peso, sendo 600 milhões de obesos.
Feliz com a balança e com a saúde.
Dra. Virgínia destaca algumas dicas para quem quer evitar o sobrepeso e quadros de obesidade: evitar alimentos processados, reduzir a quantidade de óleos, sal e açúcar e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas são regras de ouro.
Abusar de temperos naturais, como cebola, salsinha, cebolinha, coentro, cúrcuma, páprica, açafrão, e tantos outros, está liberado, bem como tirar proveito da diversidade de frutas comuns no Brasil.
Praticar atividades físicas e deixar os exames de imagens e sangue em dia são essenciais. “Um check-up pode sinalizar altos níveis de gordura e açúcar no sangue, bem como a presença de gordura no fígado e ligar o alerta de que é preciso frear o ganho de peso”, frisa.
IMC.

O índice de massa corporal (IMC) é uma medida para avaliar se a pessoa está no peso adequado à sua altura. Ele é simples de calcular e revela informações importantes sobre nossa saúde.
Como calcular: peso em kg dividido por duas vezes o valor da altura em metros.
Se o valor deu entre 25 e 29, é preciso ficar alerta, pois é indício de sobrepeso, condição que favorece o aparecimento ou o agravamento de doenças.

ESCOLA CATÓLICA COBRE ESTÁTUA APÓS ALUNOS NOTAREM "DETALHE SUGESTIVO"...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).



Uma escola católica em Adelaide, na Austrália, precisou cobrir a estátua de São Martinho de Porres por conta de um detalhe que havia passado despercebido pelos responsáveis. 
O monumento que mostra o santo dando pão a uma criança foi colocado na última semana no pátio da instituição e um "detalhe" chamou atenção dos alunos: o pão está posicionado de forma sugestiva, podendo ser interpretada como o pênis do homem. 

Assim que as interpretações sexuais começaram, a direção da escola mandou cobrir a estátua. No entanto, os adolescentes já haviam postado as fotos na internet.
No Twitter, inúmeros internautas postaram as fotos se divertindo com piadas . "Uma escola católica cobriu a estátua do santo segurando um pão. Vou te dar uma chance de adivinha o porquê", escreveu um usuário. "É inacreditável. A estátua está claramente com uma ereção. Ninguém parou o escultor para perguntar 'sério? você vai mesmo fazer isso?'", brincou uma mulher. 
Em declaração oficial, o bispo Simon Cobiac, que faz parte do conselho da escola, disse que a obra foi feita por um escultor no Vietnã e, portanto, ninguém a viu pessoalmente até que chegasse na escola. "Vi uma foto, em 2D, não parecia sugestivo. Em consequência, o monumento foi imediatamente coberto e um escultor local fará algo que substitua. A escola pede desculpas por qualquer constrangimento e estamos tomando ações para reparar o erro", escreveu.


VEJA COMO CADA SIGNO ENCARA A FIDELIDADE NO AMOR E NO SEXO...

FONTE: *** Heloísa Noronha, Colaboração para o UOL, (http://estilo.uol.com.br).


Alguns signos priorizam a segurança e a honestidade, enquanto outros têm maior suscetibilidade às tentações e têm um jeito peculiar de encarar um compromisso. Descubra como os 12 componentes do zodíaco lidam com esses conceitos:

Áries.

Para os arianos, metade da satisfação da vida está na conquista. A tendência em demonstrar nervosismo com romances previsíveis e rotineiros fatalmente fará com que busquem desafios fora da relação. Isso não quer dizer, porém, que Áries seja incapaz de ser fiel e manter um relacionamento constante. Por ser leal aos seus valores, falsidade e desonestidade são incompatíveis à sua natureza. Sua franqueza assustadora impulsiona o rompimento de qualquer situação antes que possa trair seus princípios.

Touro.

Lealdade e fidelidade podem ter significados distintos para Touro. O sexo costuma ter muita importância. Esperar fidelidade eterna, muitas vezes, é um erro. Quando segue seus impulsos sensuais, é comum encontrar satisfação em outro lugar desde que isso não afete os alicerces do seu lar. Consciente dessa estabilidade, é raro Touro pular de galho em galho nos relacionamentos. Nada disso impede que os taurinos sejam referência em lealdade, pois agir com constância, cuidado, generosidade, compromisso e calma.

Gêmeos.

O perfil alegre e falante dos nativos de Gêmeos costuma monopolizar as atenções. Sua dualidade pode ser facilmente observada quando o geminiano critica a atitude de alguém num dia e a aprova no outro. Isso tende a se refletir em outras predileções, do tipo dois carros, dois empregos, dois sonhos e, às vezes, dois amores. A fidelidade costuma ser demonstrada à sua maneira. Contudo, no quesito lealdade, o sentimento arraigado de justiça não lhe permite ser desonesto em suas ações. Mas não espere que olhe com indiferença outras possibilidades só porque tem um compromisso sério.

Câncer.

Associado ao mito da mãe, Câncer é ligado à simpatia, afeição, gentileza. Os humores passageiros dos cancerianos demonstram os sinais dos seus sentimentos: lamentações, quando estão magoados; impertinência, ao acharem que ninguém gosta deles e assim por diante. Câncer costuma ser leal em seus relacionamentos por valorizar a questão da segurança. A fidelidade, nesse caso, fica atrelada às mudanças de humor, mas sempre cuidando para não colocar em risco a segurança alcançada.

Leão.

Tudo em Leão tende a ser arrojado, grande, espetacular e dramático. Mesmo sendo vaidoso e gostando de ser admirado, esse signo é fiel e constante. Sentimentos de honra e lealdade fazem parte da sua vida. E eles não só esperam isso de seus parceiros, também, mas querem ser tratados como “rei" e "rainha”. Isso pode se transformar em uma faca de dois gumes, quando, em algumas situações, Leão acaba se esquecendo que o que é bom para ele também deve ser bom para o outro. Uma coisa é certa: como leoninos não suportam traição, os sentimentos de lealdade e fidelidade costumam estar enraizados nesse signo.

Virgem.

Virgem tem determinação para alçar a felicidade se faz presente na vida desse signo, que nada tem de submisso. Concisos e práticos, quando caem no caminho dos prazeres e da promiscuidade são bastante inteligentes para encobrir o fato. Entretanto, isso é exceção: virginianos costumam ser absolutamente leais, fiéis e confiáveis e detestam destruir qualquer tipo de laço afetivo por atitudes consideradas fora das regras. É bom enfatizar: quando se sentem ultrajados, não hesitam em colocar um ponto final na relação de forma muito prática.

Libra.

Os nativos de Libra acreditam firmemente em igualdade e justiça, o que às vezes lhes causa muita decepção, já que a vida e as pessoas nem sempre são corretas como esperam. Esse signo costuma perceber injustiças a quilômetros de distância. Isso não impede a possibilidade de serem emocionalmente desonestos consigo mesmos, ainda que inconscientemente. A facilidade de usar o próprio charme com intenção de atingir seus objetivos podem, nesse caso, se transformar em ameaça quando o assunto é fidelidade e lealdade.

Escorpião.

Escorpião gosta de observar. Jamais esquecem um presente, um benefício ou um agrado. Da mesma forma não tiram da cabeça as ofensas e as injustiças, às quais reagem das formas mais diversas. Escorpião tem seu próprio senso de lealdade. São dotados de excelente memória e costumam utilizá-la para demostrar gratidão ou vingança. Também possui paixão em abundância e, quando ama, tem uma imensa capacidade de compreensão para com o par, fazendo com que a fidelidade seja bastante valorizada.

Sagitário.

De entusiasmo contagiante, Sagitário tem alma generosa, tanto nas questões materiais quanto nas emocionais. Sua intuição funciona maravilhosamente. Tem fama de peregrino por estar em constante busca do sentido das coisas e, às vezes, se mostra relutante a promessas de casamento. Na verdade, não há como domar o espírito de um sagitariano: eles não são domesticáveis e podem se rebelar quando o assunto é fidelidade. Risco que pode ser atenuado pelo brio refletido de Júpiter, seu planeta regente, que não tolera acusações de desonestidade.

Capricórnio.

Fica fácil falar de lealdade e fidelidade quando o signo em questão é Capricórnio. Se quiser o respeito de um capricorniano, é bom não desafiar as convenções. Suas bases têm o rigor e a disciplina impostas por Saturno. Capricornianos geralmente aprendem a lidar com o dever e a responsabilidade desde cedo e sabem prever as consequências de suas ações. Lealdade e fidelidade caminham de mãos dadas com sua dedicação às coisas que faz, tanto no campo profissional quanto nos relacionamentos afetivos.

Aquário.

O signo de Aquário pauta suas convicções em seus ideais e, por isso, volta e meia sofre represálias de pessoas mais conservadoras. Aquarianos são portadores de um código de ética e de princípios próprios, sempre dedicados à verdade. Seus dons não estão na linha da cortesia e do romance, por terem um temperamento estável, mas se destacam pela força, determinação e firmeza. Ainda que sejam desajeitado ao lidar com emoções, não há como deixar de acrescentar no rol das virtudes aquarianas (em geral, incompreendidas), a sinceridade, a lealdade e a fidelidade.

Peixes.

Pessoas de peixes parecem contar com uma estranha sabedoria a respeito da vida. Já vêm ao mundo com um "carimbo" de misticismo que dá muitas possibilidades de escolhas, o que costuma ser um dilema. Peixes é o signo da sensibilidade, da gentileza e do devotamento total. Peixes nota tudo e todos, se interessa por tudo e todos, e tem sua própria moral, ainda mais em se tratando de fidelidade e lealdade. Como tem facilidade em se relacionar com as pessoas, é comum que seja mal interpretado.


*** FONTE: Lucia Helena Calado, astróloga e sócia do Espaço Holístico 5 elementos, em São Paulo (SP).

CRIANÇA DESTRÓI MAQUIAGENS E DÁ PREJUÍZO PARA LOJA NOS EUA...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).



Uma criança causou prejuízos após destruir os produtos de uma loja de maquiagens no estado da Geórgia (EUA), segundo relato da maquiadora norte-americana Brittany Nelson, que contou a história em sua página no Facebook. 
Na rede social, Brittany disse que diversos tons de sombra da marca Sephora foram destruídos pela criança e estimou 4,2 mil reais em estragos, que ela acredita não terem sido propositais. "Tenho certeza de que ela pensou que eram tintas para pintura a dedo e não tinha ideia do que estava aprontando", escreveu a mulher. "O resultado foi uma quantidade imensa de produto destruído e uma equipe de funcionários irritada".

Chateada com a destruição, ela ainda fez um apelo. "Mamães, por favor, comprem maquiagem sem seus pequenos humanos. Não é divertido para você nem para eles...e nem para os produtos caros", escreveu ela. "Essa quantidade enorme de maquiagens destruídas me deixaram triste. A maquiagem deveria sempre me deixar feliz. Ficou 100 vezes pior na vida real".

O relato com as fotos dos produtos espalhados repercutiu na rede social e ultrapassou 27 mil compartilhamentos. 

INTERNET LENTA FAZ MAL À SAÚDE...

FONTE: *, Diogo Sponchiato, (https://www.msn.com).

A internet brasileira tem uma das conexões mais lentas do mundo. E isso não é força de expressão. Trata-se de dado comprovado pelo site que é líder global em testes de desempenho da rede, o Ookla.

O medidor digital aponta que a velocidade de conexão fixa do Brasil está em 78° no ranking mundial.Para você ter ideia, a web brasileira é mais lenta que a de países como o Cazaquistão (51°), o Vietnã (57°) e o Sri Lanka (73°).

Antes que você se pergunte o que essa falta de velocidade tem a ver com a saúde das pessoas, eu facilito: mais do que apenas um fator de irritação para os usuários, a morosidade na conexão à internet é um problema real para a implantação de políticas e inovações médicas no interior de países continentais como o nosso.

A prova vem de um estudo recém-divulgado pelo Daily Yonder, site de notícias mantido pela ONG Center for Rural Strategies. A publicação mostra que a dificuldade de conexão no interior dos Estados Unidos — outra nação de grandes dimensões — atrapalha os atendimentos feitos por telemedicina, ou seja, as consultas realizadas a distância e via internet.

Agora, se a situação é crítica por lá, um dos países mais avançados tecnologicamente do mundo e com a 11° melhor conexão do planeta, imagine por aqui. Por trabalhar justamente com essa área no Brasil, acredito que posso passar algumas percepções de como essa dificuldade se já se manifesta por aqui.

É importante saber que a maioria das conexões feitas no Brasil é viabilizada por uma única empresa de telecomunicações, a Oi. Portanto, caso haja qualquer problema de conexão em relação a essa operadora ou outras empresas que também utilizem parte da banda deles, cidades ou regiões inteiras podem ficar sem contato digital.

Além disso, existem problemas regionais (e surreais!) que precisam ser ultrapassados. Em cidades do Acre, por exemplo, o corte de cabos de internet, telefone e luz são atitudes comuns em regiões controladas por índios.

O problema é que isso gera distúrbios no atendimento via internet, proporcionando atrasos e dificuldades na comunicação em clínicas e hospitais da região. É preciso mais do que criatividade e resiliência para conseguir prover assistência a áreas tão distantes.

E é fundamental manter o acompanhamento médico nessas circunstâncias, senão as pessoas que começam a se consultar a distância ficam sem receber o devido atendimento simplesmente porque a “internet está lenta”. Isso não pode ser uma opção.

A internet é um bem que precisa estar a serviço da saúde da população. Atualizar e ampliar o fornecimento de serviços digitais e inovadores no Brasil é um meio de gerar mais bem-estar às pessoas e também de cuidar do nosso futuro.


* Renan Perantoni é administrador e sócio-fundador da startup ONE Laudos, empresa  especializada no fornecimento e na avaliação de laudos médicos via internet.

MAIORIA DOS JOVENS JÁ FUMOU CIGARRO COM SABOR; STF JULGA PROIBIÇÃO DA VENDA...

FONTE: Larissa Leiros Baroni, Do UOL, em São Paulo, (http://noticias.uol.com.br).



Ele tinha apenas 15 anos quando foi apresentado ao cigarro e não gostou. Pouco depois, descobriu com os amigos uma opção mais agradável ao paladar: o cigarro sabor menta. "Não tinha o gosto nem o cheiro ruim do cigarro convencional e, de quebra, me acalmava", lembra o estudante de publicidade Daniel Ribeiro Rodrigues, 25 anos.

"Se não fosse o cigarro com sabor, certamente hoje não fumaria", garante o paulistano, que chega a fumar dez cigarros por dia aos finais de semana. "Não consigo ficar sem, principalmente quando bebo." Mesmo sendo mais caro, Rodrigues ainda prefere os cigarros com sabor.

A experiência é recorrente entre adolescentes. A maioria dos jovens entre 12 e 17 anos já fumou cigarros com sabor, segundo um estudo feito na Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O STF (Supremo Tribunal Federal) volta a julgar nesta quarta-feira (22) se a venda dos cigarros com aroma e sabor serão proibidas no país. Por considerar que o sabor facilitava a iniciação de adolescentes, a Anvisa (agência reguladora) decidiu proibir o uso desse tipo de aditivo em cigarros em 2012. No entanto, a constitucionalidade da decisão foi questionada no Supremo pela indústria.

Aditivos como porta de entrada para o vício.

A pesquisa realizada entre 2013 e 2014 ouviu 70 mil estudantes entre 12 e 17 anos de escolas públicas e privadas das cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes. "Os resultados comprovaram o que já se imaginava: que os aditivos são a porta de entrada para os jovens embarcarem no vício", afirma a pesquisadora Valeska Carvalho Figueiredo, da Fiocruz.

Em 2012, quando a Anvisa tentou proibir os cigarros com aditivos, o mercado brasileiro tinha apenas quatro opções. A partir de então, o número de marcas cresceu 1.900%, chegando a 80 em 2016, segundo um relatório da ONG ACT Proteção à Saúde.

Para Figueiredo, os aditivos são como uma isca para os jovens, já que mascaram o gosto ruim, a sensação de desconforto, o amargo e o arranhado na garganta provocados pelos cigarros convencionais. "Sensações que poderiam afastá-los do cigarro e, consequentemente, do vício. Isso porque quando a experiência é ruim, a probabilidade de continuarem fumando é menor. Mas esses sabores acabam facilitando a continuidade."

Entre os adultos, 10% dos fumantes preferem o cigarro com sabor.

STF decide sobre proibição.

O STF volta a julgar nesta quarta (22) a inconstitucionalidade da resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que proíbe a comercialização de cigarros que contêm aroma e sabor. A proibição, por força de uma liminar, nunca saiu do papel.

A sessão plenária de hoje deve começar com a leitura do voto da relatora, ministra Rosa Weber.

Segundo a CNI (Confederação Nacional da Indústria), que questiona a regulação da Anvisa, o debate não é sobre a questão da saúde pública, mas sobre quem pode determinar esta proibição.

A entidade questiona os limites da atuação das agências reguladoras. "O mérito desta ação direta de inconstitucionalidade refere-se ao princípio da separação de poderes. O que está em questão aqui é se a interpretação de um dispositivo legal pode levar uma agência reguladora a substituir o Congresso Nacional em sua função legislativa", afirmou o advogado Alexandre Vitorino Silva.


Para a ministra-chefe da AGU (Advocacia-Geral da União), Grace Mendonça, a proibição é uma segurança à saúde pública da população. "A proteção à saúde está expressamente mencionada na Constituição Federal. A livre iniciativa, concorrência e a liberdade de escolha devem ceder espaço para esse direito fundamental, que é o direito à saúde", defendeu ela.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

MODELO COM PINTURA CORPORAL QUE IMITA ROUPAS TESTA REAÇÕES EM SHOPPING...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).


Com pintura corporal simulando uma blusa preta e calça jeans, a modelo Maria Luciotti passeou por um shopping com amigas para testar se as pessoas iriam perceber que ela estava seminua.
O vídeo mostra toda a preparação da modelo feita pela artista Jen, que tem um canal no YouTube sobre pintura corporal. Usando apenas calcinha e adesivos para cobrir os mamilos, Maria ganha roupas com algumas pinceladas e sai com o grupo de amigas e amigos até o shopping.
Como meta, as jovens entram em várias lojas para testar se os vendedores irão perceber a brincadeira. Num estabelecimento que vende sutiãs, a funcionária só repara que a cliente está coberta de tinta ao tentar tirar as medidas do busto dela. 
Publicado na última sexta-feira (17), o vídeo teve mais de 1 milhão de visualizações.
Confira: 
      

HOMEM É FLAGRADO DIRIGINDO COM TABLET E CELULAR FIXADOS AO VOLANTE...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).



Parado por usar fones de ouvido no trânsito, um motorista foi flagrado com um smartphone e uma tablet presos ao volante a fim de facilitar que ele mexesse nos dois aparelhos enquanto dirigia. 
Segundo relatado pela polícia de Vancouver (Canadá) nas redes sociais, o homem foi parado após os policiais perceberem que os fones de ouvido iam em direção ao volante. Quando revistaram o carro viram os eletrônicos fixados com cordas ao redor do volante.

Além de multa no valor de R$ 206, o motorista ainda levou um sermão dos policiais sobre os perigos de distrações ao volante. "Nosso oficial sentiu que a educação era apropriada neste incidente", informou o policial Jason Doucette.

Comentando o tuíte, um internauta observou que, além de causar riscos para os outros, o motorista estava também usando uma armadilha contra si próprio. "Isso não é apenas perigoso do ponto de vista da distração ao volante, mas também porque ele criou seus próprios estilhaços se o airbag for acionado".