domingo, 23 de abril de 2017

OMS PEDE RESPOSTA URGENTE NO COMBATE A HEPATITES VIRAIS...

FONTE: Agência Brasil, CORREIO DA BAHIA.

Cerca de 1,75 milhão de pessoas foram infectadas por hepatite C em 2015.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um alerta para o aumento de casos de hepatites virais em todo o mundo. A estimativa da entidade é que 325 milhões de pessoas no planeta vivam com um quadro crônico de infecção viral por hepatite B ou hepatite C – a maioria delas sem acesso a exames que atestem a doença e, portanto, sem tratamento.
“Como resultado, milhões de pessoas estão sob risco de uma progressão lenta para um quadro de doença crônica do fígado, câncer e morte”, destacou a OMS.
A diretora-geral da entidade, Margaret Chan, afirmou que a hepatite viral hoje é reconhecida como um grande desafio de saúde pública, que exige uma resposta imediata por parte dos países-membros. “Vacinas e medicamentos para combater a hepatite existem e a OMS está empenhada em ajudar a garantir que essas estratégias cheguem a todos aqueles que precisam.”
Mortalidade e infecções.
Dados da instituição mostram que as hepatites foram responsáveis pela morte de 1,34 milhão de pessoas em 2015 – um número comparável ao total de mortes provocadas por tuberculose e pelo vírus HIV. A diferença é que, enquanto as mortes por essas duas doenças estão caindo no mundo, os óbitos por hepatite viral estão aumentando.
Cerca de 1,75 milhão de pessoas foram infectadas por hepatite C em 2015, elevando o total de pessoas que vivem com a doença para 71 milhões em todo o planeta.
Já as novas infecções por hepatite B, segundo a OMS, estão caindo graças à ampliação da cobertura vacinal. Globalmente, 84% das crianças nascidas em 2015 receberam as três doses recomendadas. Entretanto, cerca de 257 milhões de pessoas, a maioria adultos nascidos antes da introdução da vacina, viviam com um quadro crônico de hepatite B em 2015.
Epidemia no planeta.

Segundo a OMS, os índices de infecção por hepatite B variam entre as regiões monitoradas pela entidade, mas são maiores na África e no oeste do Pacífico, onde 6,1% e 6,2% de toda a população, respectivamente, sofre com o problema. Na região leste do Mediterrâneo, a taxa de infecção é 3,3%; no sudeste da Ásia, 2%; na Europa, 1,6%; e nas Américas, 0,7%.

MEGA-SENA ACUMULA MAIS UMA VEZ E PODE PAGAR R$ 97 MILHÕES...

FONTE:, (http://www.msn.com).


A Mega Sena acumulou pela 9ª vez seguida neste sábado (22). A expectativa é que o sorteio da próxima quarta-feira (26) pague um prêmio R$ 97 milhões, que será um dos maiores valores dos concursos regulares da loteria. As apostas para o sorteio da próxima quarta-feira (22) podem ser feitas nas casas lotéricas até as 19h do dia do sorteio.  

Confira as dezenas sorteadas neste sábado: 09 - 34 - 42 - 45 - 46 - 59.

Ninguém acertou as dezenas, mas teve quem faturou uma bolada para a casa na noite deste sábado. 

Veja:

Quina - 110 apostas marcaram cinco números e vão ganhar R$ 50.376,11 cada.

Quadra - 9351 apostas marcaram quatro números e vão ganhar R$ 846,56.


O sorteio 1.923 foi realizado pela Caixa Econômica Federal às 20h (horário de Brasília), em São Fidélis, no Rio de Janeiro. 

FOTO DO PAPA COM CAMISA DO PALMEIRAS PODE PARAR NA JUSTIÇA...

FONTE: TRIBUNA DA BAHIA.


Porta-voz disse que a imagem foi usada de maneira irregular.


Celebrada com euforia por torcedores do Palmeiras, a foto do papa Francisco segurando uma camisa do clube paulista pode virar caso de Justiça.
Procurado pelo site da emissora "ESPN", o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, disse que a Crefisa, patrocinadora do time alviverde, usou a imagem do Pontífice de maneira irregular. 
A empresa de crédito pessoal publicou em jornais anúncios de página inteira que diziam: "O papa Francisco entrou para a Família Palmeiras e abençoou o Manto. Um patrocínio forte faz um time forte".
"Esse é um uso não autorizado da imagem do Papa", declarou Burke à "ESPN". Segundo ele, a publicidade se opõe à forma como Francisco pensa, e a Santa Sé pode tomar uma "atitude legal" contra a Crefisa.

Desde o início de seu pontificado, em 2013, Jorge Bergoglio já fez diversas críticas ao capitalismo e à "lógica do lucro a qualquer custo". 

9 JOGADORES DE FUTEBOL QUE MOSTRARAM O VALOR DO FAIR PLAY...

FONTE:, Leonardo Filomeno (http://www.msn.com).


Se você é do lema que torce pela vitória acima de tudo e todos, talvez essa matéria não seja para você. O que me chamou atenção para a valorização da atitude acima da conquista foi o mais recente caso de futebol, que aconteceu na semifinal do Campeonato Paulista, entre São Paulo e Corinthians.

Durante o clássico, o zagueiro são-paulino Rodrigo Caio chamou a atenção dentro e fora das quatro linhas ao evitar um cartão amarelo para o atacante adversário Jô. Caio avisou ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira que ele foi o responsável por atingir o goleiro Renan Ribeiro em dividida, que resultou em punição do rival. 

O árbitro acabou ouvindo o zagueiro, cancelou o cartão a Jô e evitou que o atacante fosse suspenso para a partida decisiva de volta. 

“Parabéns ao Rodrigo Caio que teve atitude de homem, o futebol precisa disso. É uma amostra de que o futebol está mudando, que dá para ser honesto. Eu fiquei tranquilo porque sabia que não tinha pegado no Renan, mas ainda bem que o Rodrigo teve a honra de admitir”, declarou Jô após o jogo.

O técnico adversário, Fábio Carille, também elogiou a atitude de Caio durante a coletiva. “Com cada um procurando ver o seu lado hoje em dia, é sempre bom ver uma atitude como essa. Pode ter certeza que no domingo eu vou procurá-lo para dar um abraço nele. O futebol precisa disso. Não adianta ser malandro, a malandragem não ajuda”.

Apesar disso, o capitão do São Paulo, Maicon, ironizou o ato. “A gente deveria respeitar a atitude do Rodrigo. Se foi certo ou não, é da consciência de cada um. Mas eu prefiro a mãe do meu adversário chorando em casa do que a minha.” 


A polêmica em cima do tema foi formada. Mas, não foi a primeira vez que um atleta de futebol foi contra os interesses próprios em prol de uma atitude correta e ética. Confira alguns jogadores que encamparam o espírito do fair play. 

NOVAS DICAS SE UNEM ÀS TRADICIONAIS PARA COMBATER COLESTEROL ALTO...

FONTE: Vinicius Gericó (vinicius.gerico@redebahia.com.br), CORREIO DA BAHIA.

Apesar de ser visto como vilão silencioso, o colesterol é fundamental para o funcionamento do corpo humano.
As doenças cardiovasculares, como os ataques cardíacos e derrames, são a principal causa de morte no planeta. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 17,5 milhões de pessoas em todo mundo morrem todos os anos vítimas de tais doenças. No Brasil, a estimativa é a de que elas sejam a causa da morte de 300 mil pessoas a cada ano e um dos fatores que contribuem para o avanço das enfermidades é o colesterol alto.
Mesmo sendo a principal causa de morte, em uma pesquisa recente divulgada pelo Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia, foi identificado que 32% da população reconhece as doenças cardiovasculares como a principal causa de morte. E que  89% dos entrevistados acreditam que todos precisam fazer exames para aferir o colesterol, mas apenas 15% destes declararam saber a sua taxa de LDL.
Apesar de ser visto como vilão silencioso, o colesterol é fundamental para o funcionamento do corpo humano - como atuação na produção das vitaminas e hormônios. Mas enquanto essas pesquisas ainda estão em andamento, as recomendações em relação ao colesterol continuam sendo as mesmas: informação, controle por dieta ou medicamentos e atividade física.
Nos exames de sangue, são medidos quatro tipos de colesterol: o HDL (colesterol bom), o LDL (colesterol ruim), colesterol VLDL e o Total (CT). Desses, é o LDL que exige mais atenção, pois é o que está mais diretamente ligado a doenças cardiovasculares . “O LDL é produzido pelo próprio organismo e 30% a 40% dele vem da dieta. As que são ricas em frituras, gorduras trans e carboidratos promovem o acúmulo do LDL, porque todos eles se transformam em colesterol”, explica o cardiologista e membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Seção Bahia, Fábio Soares.
Ele esclarece também que o colesterol alto raramente vem sozinho e é associado ao diabetes, obesidade ou hipertensão, fatores que aumentam o risco cardiovascular do paciente. O acúmulo da gordura pode provocar também danos ao funcionamento do coração, cérebro e fígado.
Rotina.
Para a cozinheira Girlene Gesteira, 44 anos, a atenção ao colesterol se deu por causa do tratamento de diabetes. A descoberta recente de que tem colesterol alto já provocou mudanças na sua rotina. “Estou fazendo tratamento com remédio. Antes já cuidava da alimentação e evitava gordura, mas agora passei a incluir mais  frutas e aveia”,  relata.  Ela conta que pretende fazer mais atividade física. “Já fazia caminhadas, três vezes por semana, agora pretendo estender para a semana toda”.
O comportamento da cozinheira é típico do brasileiro, que precisa de um susto para começar a se cuidar.  “A maioria das doenças cardíacas tem poucos sintomas ou nenhum, quando ocorre algum evento (como Acidente Vascular Cerebral (AVC), derrame, infarto, diabetes) é que as pessoas começam a se preocupar”, comenta o porta-voz do Departamento de Aterosclerose (DA) da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Henrique Tria Bianco.  Ele completa: “A pesquisa reflete o mesmo estudo feito na Europa, onde  se vê a preocupação por parte da população, mas não se vê a ação de procurar um médico ou fazer uma avaliação”.  
Novos tratamentos. 
O tratamento do colesterol alto atualmente se baseia em diretrizes que foram revisadas nos últimos anos e pode incluir novos medicamentos.
De acordo com a endocrinologista e conselheira do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), Diana Viegas, o acompanhamento do colesterol alto se baseia nos fatores de risco e deve ser feito por um  médico especializado.
"Avaliamos a vida do paciente, cada fator, como diabetes, hipertensão, histórico familiar, o hábito de fumar. Tudo é considerado para determinar qual será o nível de LDL recomendado para o paciente, principalmente se ele já passou por algum evento (infarto, AVC)”, explica.
A endocrinologista pontua ainda que as atuais dietas para pacientes - com exceção dos que são de alto risco - não se pautam em proibições, mas na moderação. A orientação principal segue sendo a de evitar alimentos gordurosos. Além disso, a atividade física, especialmente as aeróbicas, ajudam a retardar os efeitos negativos do colesterol alto.
Novidade no tratamento de colesterol alto, quando envolve medicamento, é a inserção dos remédios biológicos que inibem a pró-proteína PCSK9. Aplicado de forma subcutânea, ele age regulando as concentrações do colesterol no sangue. “Esses remédios complementam o tratamento de quem já faz uso dos medicamentos à base de estatina (comprimidos). Eles diminuem  50% do colesterol”, garante a endocrinologista.

Estes medicamentos são recomendados para quem já teve algum problema cardíaco, não consegue diminuir as taxas com remédio tradicional ou para aqueles que têm reação ao usar os comprimidos à base da estatina. O custo  pode chegar até R$ 1.500 por caixa. 

BALEIA-AZUL NÃO É SUICIDA; SAIBA MAIS SOBRE O ANIMAL QUE DÁ NOME AO JOGO...

FONTE: André Carvalho, Do UOL, em São Paulo (http://noticias.uol.com.br).


Maior animal a viver na Terra. Mais ruidoso animal da natureza. Uma espécie que já foi abundante nos mares, mas quase foi extinta. São várias as características que fazem da baleia-azul um animal especial.

O que faz este mamífero estar na boca do povo, porém, não é nenhuma de suas características físicas ou comportamentais, e sim um polêmico desafio chamado "Jogo da baleia-azul". O jogo tem levado adolescentes a automutilações e até mesmo ao suicídio. Ele teria surgido na Rússia em 2015 e chegou ao Brasil nas últimas semanas.

Ao nomear de 'baleia-azul' o jogo, os criadores teriam feito referência às supostas tendências suicidas das baleias, que voluntariamente procurariam encalhar em praias com o intuito de se suicidar.

Mas , de acordo com o biólogo Nelson Castro, supervisor de Biologia na rede de cursinhos pré-vestibulares Anglo, tal informação não procede. "Elas não são suicidas. Não mesmo. A ciência não aceita essa hipótese", afirma.

Castro explica que os encalhes de baleias em praias têm aumentado por conta da maior preservação destes mamíferos, que fez com que o número delas aumentasse em todo o mundo, gerando, consequentemente, um aumento dos acidentes.

Tais encalhes, porém, não são voluntários. "Encalhar como forma de suicídio, isso realmente não existe, não existe comprovação nenhuma. Quem inventou o jogo não era um biólogo", diz Castro.

"O encalhe pode ocorrer por conta de uma falha em seu sistema de ecolocalização causado pela poluição dos mares ou pelos ruídos das hélices dos barcos. Também há a possibilidade desta desorientação ser causada por parasitas no interior delas. As causas exatas não são conhecidas, mas suicídio não é".
Nelson Castro, biólogo.

Mesmo que involuntário, acrescenta o biólogo, encalhes de baleias-azuis não são comuns, dado a enormidade de sua estrutura física. "É mais comum que isso ocorra com golfinhos e baleias menores, como as jubartes e as cachalotes".

O maior animal do planeta Terra.
Para o biólogo Nelson Castro, a escolha de uma animal como a baleia-azul para nomear um jogo que pode incentivar o suicídio de adolescentes causa estranheza. "É gozado o jogo usar a baleia azul como referência. Trata-se de um animal dócil e não é o mais vinculado com encalhes".

O mamífero, que pode chegar a pesar até 177 toneladas e medir 30 metros, é o maior animal que já habitou a Terra, superando até mesmo o maior de todos os dinossauros, o argentinossauro, que podia pesar 90 toneladas.

Outra característica marcante do animal é a altura do som que ele pode emitir, de até 188 decibéis –mais forte que o som de um avião a jato. Trata-se, portanto, do animal mais ruidoso do planeta. O mamífero também pode ficar até uma hora sem respirar, graças a seu enorme pulmão, que tem capacidade para 5.000 litros de ar. Ao soltar o ar, o jato d'água expelido pela baleia pode alcançar 9 metros de altura.

Numerosos no passado, estes animais quase foram extintos no início do seculo 20 por conta da disseminação da caça com canhões de arpão. Antes disso, por serem muito grandes e velozes --as baleias-azuis podem nadar em uma velocidade de até 50 km/h-- a caça desta espécie de baleia era mais incomum.


Após a restrição da caça adotada pela maioria dos países do mundo, a população voltou a crescer. Hoje, elas habitam as águas frias do Pacífico e Antártida.

CONSUMIDOR DEVE FICAR ATENTO A FATORES QUE INFLUENCIAM O PREÇO DA ENERGIA...

FONTE: Agência Brasil, TRIBUNA DA BAHIA.

No ano em que há a revisão tarifária, não é aplicado o reajuste anual.
Diversos fatores podem influenciar a conta de luz e o consumidor deve estar atento às informações do setor para se programar e tentar economizar quando as condições estiverem menos favoráveis, como na vigência da bandeira vermelha, por exemplo, que encarece o preço da energia. 
A fatura de eletricidade é composta por diversos itens, como o custo da geração de energia, da transmissão, além de impostos e encargos. Todos os anos, ela passa pelo processo de reajuste, que tem como objetivo corrigir os preços cobrados pelas distribuidoras. A cada quatro anos, em média, ocorre a revisão tarifária, quando são revistas as regras de cálculo das tarifas e a transferência dos ganhos de produtividade das distribuidoras. No ano em que há a revisão tarifária, não é aplicado o reajuste anual.
Tanto os reajustes quanto as revisões tarifárias são definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Recentemente, a agência tem estabelecido alguns percentuais negativos de reajustes, ou seja, o preço da energia para os clientes de algumas distribuidoras têm caído em vez de aumentar. Isso acontece quando a Aneel faz um ajuste dos valores que foram estimados no processo tarifário anterior.
Bandeiras.
Além dos reajustes nas tarifas, desde 2015 a conta de luz sofre o impacto das bandeiras tarifárias, que refletem o custo de geração da energia. Quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.
Em abril, a bandeira tarifária em vigor é a vermelha patamar 1, que significa um adicional de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.
O presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales, explica que a bandeira tarifária não é um pagamento adicional, porque os consumidores já pagavam pelo uso das termelétricas, mas isso entrava no cálculo dos reajustes anuais. “Não é um pagamento adicional, é apenas mais alinhado no tempo com a realidade. Se você está acionando mais termelétricas hoje, está fazendo o pagamento tempestivamente, com a bandeira amarela ou vermelha.”
Indenizações.
Outro fator que deverá aumentar a conta de energia nos próximos anos é o pagamento de indenizações às transmissoras de energia. O total, de R$ 62,2 bilhões, será pago pelos consumidores em oito anos. Em 2017, o impacto será de 7,17%, segundo a Aneel.
Essa indenização será necessária para remunerar os ativos das transmissoras de energia elétrica. A remuneração é uma gratificação paga pelos investimentos feitos pelas empresas que renovaram suas concessões antecipadamente em 2012, mas só recentemente a Aneel definiu como será feito o ressarcimento.
“Do ponto de vista do consumidor, isso é um incômodo absolutamente indesejável, mas é vital para a sobrevivência das empresas”, avalia Sales, lembrando que a indenização é uma consequência da Medida Provisória 579, que em 2012 determinou a renovação antecipada das concessões do setor elétrico.
Desconto.
Por outro lado, os consumidores terão um alívio nas contas de luz de abril por causa da devolução de valores cobrados a mais no ano passado. Os percentuais de redução na tarifa que será aplicada em abril variam de 0,95% a 19,47% para 90 distribuidoras. 

A devolução vai ocorrer porque o custo da energia proveniente da termelétrica de Angra 3 foi incluído nas tarifas do ano passado, mas a energia não chegou a ser usada porque a usina não entrou em operação. O valor total a ser devolvido será de R$ 900 milhões.

ESTUDANTES MEXICANOS CRIAM BISCOITO CONTRA PRISÃO DE VENTRE...

FONTE: ***, (http://noticias.uol.com.br).


Cidade do México, 22 abr (EFE).- Estudantes mexicanos criaram um biscoito para combater a prisão de ventre e que ajuda a reduzir o colesterol em pessoas com diabetes, informou neste sábado o Instituto Politécnico Nacional (IPN) do México.

Feito com trigo, amaranto, aveia, cenoura, abóbora, maçã e chia, o biscoito contém um alto índice de fibras que combatem problemas digestivos e que favorecem uma melhor alimentação, apontou o IPN em um comunicado.

O produto foi elaborado pelos estudantes Daniel del Valle, Diana Yarely Hernández e Liliana García, do Centro Interdisciplinário de Ciências da Saúde, unidade Milpa Alta, do IPN, o maior centro de educação tecnológica do país, com 165 mil estudantes.

Uma porção do biscoito contém 2,4 gramas de proteína, 55 calorias, um grama de lipídio, vitaminas A, B e C, ácido fólico, ferro, cálcio e potássio, e além de combater a prisão de ventre pode ser usado para aliviar o apetite entre as refeições.

A maçã contém carboidratos em forma de açúcares e contém fibras solúvel e insolúvel, o que a faz ser um eficaz regulador de doenças do intestino grosso, indicou o IPN.

O cheiro e sabor doce dos biscoitos corresponde à frutose natural da abóbora, da maçã e da cenoura, e a aveia auxilia na redução do nível de colesterol em pessoas com diabetes, indicou o organismo.


*** EFE.

BAHIA ENTRA NA ERA DA TV 100% DIGITAL...

FONTE: Carmen Vasconcelos (carmen.vasconcelos@redebahia.com.br), CORREIO DA BAHIA.

Depois do dia 26 de julho, o sinal analógico será desligado em Salvador e na RMS.
A televisão  com chuvisco, fantasmas, chiados e programas num tamanho menor que o  da tela estão com os dias contados. Isso porque, depois que o sinal digital for definitivamente implantado e o analógico desligado no dia 26 de julho, o sinal da TV aberta passará a apresentar maior qualidade, uma vez que a resolução da imagem irá de 704 x 480 para 1.280 x 720 linhas de pixels.
Em Salvador, as televisões trabalham com os dois sinais desde 2008. São Paulo e Brasília já tiveram o sinal analógico desligado. Salvador, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Vitória e Rio serão as próximas capitais a terem transmissão 100% digital.
Além da qualidade da imagem, vários canais transmitidos por sinal analógico, que ocupam a faixa de frequência dos 700 MHz, passarão a ser usados pelas operadoras de telefonia móvel para melhorar o serviço oferecido no território nacional, implantando a tecnologia 4G para os celulares, além de ampliar a cobertura da banda larga, tanto para as áreas centrais quanto para as áreas mais periféricas. 

Mais inclusão.
De acordo com o Gerente de Programação da TV Bahia, Hugo Brito, o sinal digital vai possibilitar ainda inúmeras ferramentas de inclusão como o close caption (legendas) em todos os canais; áudiodescrição, que é participação de um narrador descrevendo o contexto da cena, especialmente para pessoas com deficiência visual, além de mais interatividade no futuro.
“Como já acontece na TV fechada, o sinal digital permitirá que o telespectador tenha a lista de programas da grade, além de  sinopses dos programas”, esclarece, enfatizando que a TV Bahia tem realizado diversas ações conjuntas com o departamento de jornalismo para que nos quadros de Empregos e Desaparecidos, realizados nos bairros da cidade, tenham  sempre um stand para esclarecer dúvidas sobre o sinal digital.
“Além disso, disponibilizamos diversos vídeos que orientam a população sobre a instalação da antena e do conversor para aparelhos de tubo ou aqueles adquiridos antes de 2010, que podem ser  de led, LCD ou plasma,  mas que ainda transmitem no sinal analógico”, completa Hugo. Os aparelhos que tiverem o selo DTV já possuem o conversor  acoplado. Brito lembra, ainda, que quem assiste à Globo pela TV fechada não sentirá mudança alguma. “A Globo garantiu a permanência da transmissão sem alteração alguma”, explica. 

Qualidade superior.
Para o gerente técnico da TVE, Daniel Moyano, o sinal digital vai melhorar de modo muito significativo a recepção, especialmente do canal estatal. “No sinal analógico, até o fato de ligar um eletrodoméstico pode interferir na recepção, com  chuviscos e fantasmas. Depois de julho, a recepção não passará por esses problemas”, garante.
Ele lembra que, desde 2008, a TVE trabalha com o sinal digital, mas que o marco na TV foi no Carnaval passado, quando a qualidade das imagens e da cobertura renderam retornos muito positivos. “Estamos ansiosos pelo desligamento, sobretudo, porque ele vai representar uma economia, deixando de consumir um sinal que não tem mais audiência”, pontua Moyano.
O engenheiro de transmissão da TV Aratu, Nilton Montealegre lembra que o desafio agora é descobrir as áreas de sombra do sinal na Região Metropolitana de Salvador para atuar com amplificadores do sinal. “Nossos esforços são para que não haja problema algum quando o sinal for desligado”, explica. O sinal analógico será desligado também nas transmissões da Band e Record.
Serviços.
Na Bahia, além de Salvador, 34 cidades terão o sinal 100% digital e dessas localidades, 20 municípios terão o direito da distribuição gratuita de kits de antenas e conversores para os beneficiários dos programas sociais federais, a exemplo do Bolsa Família. A entrega será feita pela iniciativa que reúne o pool de operadoras da telefonia, conhecida como Seja Digital.
Segundo o diretor-geral da Organização Seja Digital, Antônio Carlos Martelletto,  os agendamentos dos beneficiários deverá ser feito em maio e a entrega dos kits no final do mês. “Para tanto, o cidadão que for beneficiário dos programas do governo federal pode entrar em contato gratuitamente com o número 147 ou no site sejadigital.com.br de posse do número de identificação social e consultar se tem o direito aos kits”, esclarece.
Depois de Salvador, o sinal analógico deverá ser desligado nas cidades de Feira de Santana, Vitória da Conquista e Juazeiro, até dezembro de 2018. As demais cidades ficarão com os dois sinais até o desligamento completo, em 2023.

“Depois do dia 26 de julho, o canal 11 da TV Bahia, por exemplo, deixará de existir e o telespectador precisa sintonizar o canal 11.1”, afirma Hugo Brito. Vale salientar que a busca por antenas, conversor e o serviço pode provocar algumas alterações nos valores de mercado, mas, de um modo geral, os preços da antena giram em torno de R$ 50, enquanto o conversor pode ser encontrado a partir de R$ 150.  A dica é pesquisar bastante e pechinchar. 

"IDADE MÍNIMA É O SÍMBOLO DA REFORMA", DIZ ESPECIALISTA...

FONTE:, TRIBUNA DA BAHIA.

Confira entrevista com especialista em Previdência.
Especialista em Previdência, o consultor legislativo do Senado Pedro Nery avalia que a proposta de reforma ainda vale a pena mesmo com as flexibilizações negociadas esta semana pelo relator Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). Na sua avaliação, o "símbolo" da reforma será a fixação da idade mínima para homens e mulheres se aposentarem. Para Nery, a redução de 65 anos para 62 anos da idade mínima das mulheres não comprometeu a proposta. No entanto, segundo ele, teria sido melhor para as trabalhadoras mais pobres ter reduzido o tempo de contribuição. A seguir, trechos da entrevista.
O parecer ficou melhor do que a proposta original? 
Sem dúvida há perda do ponto de vista fiscal. O governo falou que a perda de economia seria algo entre 20% e 30%. Se de fato existe essa perda, que é importante, sabemos também que o relator está cedendo em pontos que são justamente os mais sensíveis do ponto de vista da distribuição de renda. Ele aliviou o Benefício de Prestação Continuada (BPC) para o idoso pobre, a aposentadoria rural, mas endureceu muito as regras para os servidores públicos que têm privilégios.
A regra de transição não ficou muito complicada? 
Ela tem a desvantagem de ser uma regra mais complexa do que a anterior, que era mais simples. Por outro lado, contempla melhor casos que antes eram percebidos como falta de isonomia. Antes tinha uma linha de corte que era muito clara, dos 50 anos para homens e de 45 anos para mulher, mas que provocava algumas iniquidades. Realmente não é uma regra simples, mas, apesar de ser um pouco mais complicada, ela é mais justa.
A nova regra de transição vai atingir mais pessoas? 
Sem dúvida vai atingir mais pessoas. Mas é difícil saber quanto mais porque é pelo tempo de contribuição.
Mas ficou mais difícil para quem já está muito próximo à aposentadoria? 
Sim, para quem está muito próximo, ficou um pouco mais complicado, especialmente se essa pessoa é muito jovem. Para o servidor público que estava prestes a se aposentar, que está há mais tempo no serviço público e entrou antes de 2003, a regra que foi proposta pelo relator provoca perdas muito grandes por conta da perda da integralidade, que é o direito a receber o maior salário da carreira, e a perda da paridade, que é o direito de receber os mesmos aumentos reais dos servidores da ativa.
Essa restrição à integralidade pode cair devido à pressão?
Vai ter uma pressão grande. Caso o Congresso opte por manter a restrição, vai ter também uma judicialização grande, especialmente porque estamos falando de pessoas que têm uma boa capacidade de mobilização. Mas acho que o Judiciário talvez tenha que rever os entendimentos que tem hoje, da mesma forma que o Legislativo está revendo as regras. Fala-se muito da questão do direito acumulado que essas pessoas teriam, então seria inconstitucional mudar isso. Mas o Judiciário vai ter que deixar claro que estamos passando por um processo de envelhecimento populacional muito veloz e que o direito dos servidores públicos não é o único que está na Constituição.
Como assim? 
Como fica o direito acumulado do trabalhador que contribuiu a vida inteira pagando impostos e, na hora em que precisa fazer uma cirurgia pelo SUS, não tem dinheiro porque está tudo sendo gasto com Previdência, inclusive Previdência do servidor público? Acho que, já que a gente preserva muito o direito adquirido no Brasil, temos de começar a olhar de maneira diferenciada para algumas questões que afetam os servidores públicos que já tinham regras pactuadas.
Em que pontos há manutenção de privilégios?
Talvez tenhamos que começar a pensar em maneiras de atingir servidores públicos inativos que se aposentaram com integralidade, paridade, alguns entraram naquilo que é chamado de "trem da alegria", nem sequer fizeram concurso público, eram celetistas, e a gente preserva muito o direito deles porque é direito adquirido. Temos mecanismos para fazer com que esse pessoal participe um pouco mais, tanto na União quanto nos Estados. É a questão da contribuição dos inativos, que é de 11%. Ainda com essa contribuição, esse pessoal recebe muito mais do que contribuiu. A própria questão da paridade, eles estão protegidos pois se aposentaram, e se entende que a regra de reajuste é um direito adquirido. Esse é um entendimento que talvez a gente tenha que provocar o Judiciário a refletir se faz sentido esse direito ser tão absoluto. Talvez lá na frente a gente tenha que ser mais ousado em relação ao fim da paridade.
Qual é o limite para novas flexibilizações? 
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, tem falado que a proposta já está no limite. Se por um lado existem pressões de sindicatos, especialmente de corporações, para flexibilizar ainda mais, em determinado momento vai ter uma pressão do mercado financeiro para não flexibilizar. O limite dessa proposta vai acabar sendo dado pela percepção realmente dos agentes privados. Se houver uma percepção muito ruim e isso refletir imediatamente em indicadores como câmbio, Bolsa, acho que vai estar colocado o limite para as flexibilizações que o governo tem feito na proposta.
Qual é o maior avanço da reforma em relação às regras atuais? 
A idade mínima, em relação às regras atuais, é o que tem talvez o ganho fiscal mais significativo. É uma regra que afeta principalmente trabalhadores mais bem posicionados na distribuição de renda. Se vamos escolher o principal ganho da reforma, ele é a idade mínima, que é um símbolo dessa reforma. A própria ideia de uma aposentadoria por tempo de contribuição sem idade mínima é algo que não acontece em outros países, não é prescrito pela OIT (Organização Internacional do Trabalho). Em relação ao relatório, o grande avanço sem dúvida é tornar mais difícil o acesso à integralidade e à paridade por servidores públicos. Tem um grande ganho fiscal para União, Estados e municípios e é medida bem-vinda do ponto de vista de distribuição de renda do País.
A idade mínima diferente para as mulheres não compromete o símbolo da reforma?
A grande desvantagem de optar por essa redução é justamente privilegiar as mulheres que estão mais bem posicionadas na distribuição de renda. Quando a gente fala de tripla jornada, estamos falando de uma mulher que tem dificuldade de se inserir no mercado de trabalho formal, às vezes mais pobre, com mais filhos, que mora longe do trabalho porque está na periferia. Essa mulher tem mais dificuldade de conseguir 25 anos de contribuição do que 65 anos de idade. Então, do ponto de vista social, acho que seria mais vantajoso que a gente olhasse com mais carinho em reduzir o tempo de contribuição do que reduzir a idade. Até porque a alternativa dessas mulheres vai ser procurar o BPC.
A redução da idade mínima da mulher de 65 anos para 62 anos não comprometeu muito a economia? 
Tem uma perda fiscal importante, mas não comprometeu porque a gente criou uma idade mínima. Estamos saindo de uma situação em que esse trabalhador que se aposenta por tempo de contribuição pede o benefício aos 55 anos, no caso do homem, ou aos 53 anos, no caso da mulher. Agora a gente sabe que, pelo menos para o futuro, teremos o mínimo de 65 anos para o homem e 62 anos para a mulher. Já é um avanço importante. Apesar da redução da mulher, estamos falando de um ganho de 10 anos.

Os Estados conseguirão aprovar regras próprias de Previdência no prazo de seis meses? Se vai valer a regra federal, existe pouco incentivo para as Assembleias tomarem uma decisão tão difícil. Acho que a maioria dos Estados, se não todos, vai acabar optando pela regra da União tacitamente. Isso é bem-vindo, porque o desequilíbrio atuarial mais grave que a gente tem hoje é nos Estados.

O QUE VOCÊ DEVE FAZER PARA RECEBER O SINAL DIGITAL...

FONTE: Carmen Vasconcelos (carmen.vasconcelos@redebahia.com.br), CORREIO DA BAHIA.

Existem alguns sinais para identificar se o televisor ainda está transmitindo o sinal analógico.

1. Caso a TV seja de tubo, é necessário comprar um conversor digital, que será acoplado ao aparelho para receber o novo sinal.
2.  Se a televisão for de led, LCD ou plasma, e tiver o selo DTV, o conversor já vem acoplado com a TV.
3.  Mesmo em aparelhos mais modernos, é necessário verificar a data de fabricação. Se ela foi fabricada antes de 2010 há chance de a TV de led, LCD ou plasma não ter o conversor acoplado, o que significa que ele terá que ser adquirido.
4.  A antena também deve ser verificada. Deve ser uma antena externa, no caso de casas, ou coletiva, para prédios, e ser do modelo UHF (Ultra High Frequency) e não VHF (Very High Frequency). O mais indicado é que se chame um antenista para realizar a instalação.
5.  Nos prédios, é fundamental que a antena coletiva esteja voltada para o bairro  Federação (onde se concentram as antenas de TV).
Dicas para que a mudança não altere a recepção.
O gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da TV Bahia, César Anselmo explica que existem alguns sinais para identificar se o televisor ainda está transmitindo o sinal analógico. O primeiro deles é o tipo de aparelho: os de tubo são analógicos e os HD comprados até 2010 poderão transmitir ou não o sinal digital. “Nos aparelhos que ainda transmitem o sinal analógico  é possível perceber um A na parte de cima da tela, especialmente nos horários nobres”, esclarece.
Na Globo, o A fica no canto direito em todos os programas que não são ao vivo. Hugo Brito destaca que na transmissão analógica é possível perceber diversas mensagens, avisando sobre a mudança do analógico para o digital. “A partir de agora, essas mensagens serão intensificadas”, afirma.
Caso a TV seja de tubo será  preciso contratar um técnico  para instalar o conversor e uma antena UHF; TVs de led, LCD ou plasma, se tiverem o selo DTV, já vêm com o conversor acoplado e só vão precisar da antena. Caso não tenham o selo DVT vão também precisar de conversor e antena. “É importante que o trabalho seja feito por um profissional, pois a instalação envolve riscos como a altura e a força elétrica”, diz Anselmo.

Hugo Brito reforça que as antenas precisam estar voltadas para a Federação, onde estão as televisões em Salvador. “A antena externa é a garantia que o aparelho captará o sinal digital da TV aberta”, esclarece. 

sábado, 22 de abril de 2017

SÓ FALTAM TRÊS...

    

FALTAM TRÊS CULTOS PARA ENCERRAMENTO DAS FESTIVIDADES DA IGREJA EVANGÉLICA VIDA NOVA EM CRISTO...

Os membros da Igreja Evangélica Vida Nova em Cristo, localizada na Avenida Senhor do Bonfim, 408 (Pau ferro – Jequiézinho – Jequié – Bahia), já contam nos dedos os dias que faltam para o encerramento das festividades pelos 4 anos de fundação da Igreja e também pela inauguração do seu templo próprio, com certeza os cultos irão deixar saudades naqueles que participaram até aqui. Faltam ainda três cultos a contar com o de logo mais a noite (19h15m), tendo como ministrante da palavra a Pastora SELMA da Cidade de Santo Antonio de Jesus.


Na noite de ontem (21), além da participação do Pastor/levita FERNANDO OLIVEIRA (Fernandão), os presentes no culto foram brindados com a participação da levita JENIFFER MELLO, que com sua bela voz entoou um louvor para deleite daqueles que estavam presentes na Vida Nova em Cristo.


O ministrante da palavra foi o jovem missionário EDILSON LIMA, que abordou o tema que está em Lucas 1:26 a 38 “Anúncio do Nascimento de JESUS”

26E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,


27 A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria.

28 E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres.

29 E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta.

30 Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus.

31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus.

32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai;

33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.

34 E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?

35 E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.

36 E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril;

37 Porque para Deus nada é impossível.

38 Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.

Muitas coisas que a respeito do Nascimento de JESUS, que muitas pessoas na Igreja não sabia com certeza na noite de ontem ficou sabendo e entendendo um pouco que quando DEUS fala ELE faz e não precisa de ninguém para dar palpites.


Você é nosso convidado, faça-nos uma visita, hoje a noite, a partir da 19h15m.