domingo, 31 de dezembro de 2017

FELIZ 2018...

                         

Faltam poucas horas para o inicio de um ano novo ou novo ano, que possamos refletir em tudo que ficou para traz, as coisas que fizemos e as que não pudemos fazer e venhamos esquecer para iniciarmos uma nova temporada nova sem nada que venha nos atrapalhar.

O ano vai mudar, mas a principal mudança tem que vim de dentro da gente, pois se não mudarmos os nossos comportamentos, conceitos e atitudes de nada vai adiantar o novo ano.

Tristezas, decepções, doenças tudo nós enfrentamos este ano e com certeza iremos enfrentar no ano que se inicia, pois elas fazem parte “infelizmente” de nossas vidas que procuremos andar cada vez mais focado em busca de JESUS, pois só ELE tem a solução para tudo em nossas vidas, temos que nos conscientizar que nós sem DEUS não somos nada, se com ELE achamos as coisas difíceis sem ELE é impossível. Abra seu coração e deixe que ELE faça morada.

2018 será um ano onde teremos a responsabilidade mais uma vez de escolheremos os nossos governantes a nível Estadual e Federal, que saibamos escolher aqueles que ocuparão cadeiras nas cinco esferas (deputado estadual e federal; senador, governador e presidente da república) para tentarmos mudar um pouco o quadro critico que passa o País no momento. A mudança depende da todos nós, se não mudarmos na hora certa não vai adiantar depois ficarmos reclamando.

Que realmente o ano novo ou novo ano, realmente seja novo em todos os aspectos. Vamos usar os erros passados para que possamos conseguir acertos no presente e no futuro.

Aos leitores deste nobre espaço quero agradecer por terem nos acompanhado ao longo dos dias de 2017 e que juntos possamos marchar em 2018.

Que DEUS abençoe e proteja a cada um de vocês...

2018 DE MUITA SAÚDE, PAZ E REALIZAÇÕES.


NOTA DA REDAÇÃO: ESTAREMOS DE VOLTA NO DIA 03 DE JANEIRO DE 2018.

QUE TAL FAZER UM "DETOX" SEXUAL PARA TRANSAR MELHOR EM 2018...

FONTE: Heloísa Noronha, Colaboração com o UOL, http://estilo.uol.com.br


Hora de fazer um balanço de fim de ano sincero: você está 100% contente com sua vida sexual? Ou já passou da hora de se livrar de alguns hábitos que vêm empatando a qualidade das suas transas?
Veja algumas atitudes (e tipos de parceiros) que você deve deixar para trás para ter um 2018 mais quente!

Parceiros egoístas.

Elimine da sua cama – ou melhor, da sua vida – aquele tipo de pessoa que só pensa em si mesma na hora H e não se preocupa nem um pouquinho com o seu prazer. Sabe aqueles parceiros que empurram com zero sutileza a sua cabeça para o sexo oral, mas nunca retribuem? E que querem ir direto ao ponto, deixando as preliminares de lado? Ou, ainda, que sempre querem escolher a posição ou colocar em prática as próprias fantasias, mas sequer perguntam se você está gostando? Ignore.

Parceiros embustes.

Os embutes também têm um lado egoísta, mas são mais sacanas – e não no bom sentido. São aqueles caras, por exemplo, que avisam que vão colocar a camisinha, mas enganam o par na hora H e dispensam o preservativo, colocando a saúde dos dois em risco (e de um monte de gente, se gente parar para pensar melhor). Ou aqueles que no dia seguinte expõem publicamente o que fizeram com os parceiros na noite anterior, que são machistas, preconceituosos e adoram julgar o caráter dos outros de acordo com sua sexualidade. Fuja.

Preocupação com o que os outros vão pensar.

Se você e seu parceiro estão de acordo sobre o que vão fazer na cama, dane-se a opinião alheia. Sua vida sexual só diz respeito a você. Pare de se importar tanto com as crenças que absorveu durante a infância ou de carregar nos ombros ideias que não são suas. Liberte-se e seja mais feliz entre quatro paredes em 2018.

Tabus.

Homem que gosta de determinadas carícias é gay. Mulher que curte sexo anal é vadia. Mulher "direita" nunca transa no primeiro encontro. Homem que é homem sempre quer sexo no primeiro encontro. Esses e outros tabus do tipo já deveriam ter sido limados lá pelos idos de 1950. Mas na cabeça de muita gente ainda resistiram bravamente, impedindo-as de ter uma vida sexual realizada e plena em 2017. Aproveite que 2018 vem aí e faxine de vez conceitos ultrapassados e limitantes.

Orgasmo "falsiane".

Se você continuar a fingir orgasmos ou simular satisfação na cama em 2018, provavelmente sua vida sexual seguirá nos moldes "mais ou menos" no ano que vem. Melhor conversar com o par e/ou fazer uma autoavaliação sincera e descobrir o que vem impedindo você de se soltar mais e obter a realização que almeja e merece.

Luz apagada.

Já passou da hora de relaxar e se entregar verdadeiramente ao desejo, sem ligar para dobrinhas, celulites, estrias ou gordurinhas extras. Uma das coisas mais gostosas que o sexo permite é ver o próprio corpo em ação, dando e recebendo prazer. Acenda o abajur e seja feliz.

Medo do novo.


Reflita: quanta coisa você deixou de realizar na cama em 2017 ao optar por ficar refém dos próprios receios, temores e preconceitos? O sexo oferece mil e uma possibilidades de novidades, fantasias, práticas. Deixe em 2017 o velho hábito de fazer as coisas sempre do mesmo jeito e escolha apimentar mais as transas em 2018. Posições diferentes, acessórios eróticos, brincadeiras calientes ou até mesmo explorar as zonas erógenas de um jeito até então inédito vão tornas as suas transas bem melhores, pode acreditar.

LUAN E TITE SÃO ELEITOS OS MELHORES DA AMÉRICA...

FONTE: Do UOL, em São Paulo,  http://esporte.uol.com.br


Luan e o técnico Tite dominaram a eleição do jornal El País, do Uruguai, do Rei da América de 2017. O atacante foi eleito o Rei do continente e o treinador da seleção, o melhor comandante.

O jogador campeão da Libertadores com o Grêmio recebeu 182 votos (49,46%) ficando à frente de Paolo Guerrero e Arthur, que ficaram em 2º e 3º lugar.

Entre os treinadores, Tite foi o grande vencedor com 112 votos (30,43%), ficando à frente de Ricardo Gareca e Ariel Holan. Renato Gaúcho ficou em quarto lugar.


Esta é a oitava vez que um brasileiro vence a competição. Bebeto, Raí, Cafu, Romário, Ronaldinho e Neymar duas vezes foram eleitos Rei da América. 

CORRIDA SÃO SILVESTRE É DOMINADA POR ATLETAS ESTRANGEIROS EM 2017...

FONTE:http://leiamais.ba 

Brasil não sobe ao pódio, nem no masculino nem no feminino.


O etíope Dawitt Admasu arrancou nos últimos 5km para se tornar bicampeão da São Silvestre, em São Paulo, neste domingo, último dia de 2017. 
No feminino, a queniana Flomena Cheyech dominou a maior parte dos 15km e chegou com larga vantagem em primeiro.
30 mil corredores participaram da 93ª edição da prova.
Nos 5km quilômetros de prova masculina, um choque derrubou dois corredores do primeiro pelotão: o queniano Edwin Rotich e o brasileiro Wellington Bezerra, o Cipó. 
O brasileiro mais bem colocado foi Ederson Vilela, em 11º lugar. No feminino, a melhor foi Joziane Cardoso, em 10º. O último do país a vencer foi Marilson Gomes dos Santos, em 2010.

No feminino, Lucélia Peres foi a última brasileira campeã, em 2006, ano que teve dobradinha dos anfitriões com Franck Caldeira.

MÚSCULOS NOS OUVIDOS E OUTRAS QUATRO COISAS QUE NOSSO CORPO POSSUI E NÃO PRECISAMOS MAIS...


FONTE:, http://noticias.uol.com.br


Foi Charles Darwin quem primeiro falou da teoria da evolução. Para sobreviver, os seres vivos se adaptam ao meio ambiente, adquirindo ou eliminando recursos que lhes permitam deixar mais descendentes.

A seleção natural é o princípio básico que o cientista explica em sua aclamada obra A origem das espécies.

O corpo humano é o resultado de milhões de anos de evolução, mas, mesmo assim, não é perfeito. Existem algumas partes do nosso corpo que não usamos mais, mas que ainda estão lá. Pelo menos por enquanto.

Confira cinco delas.

1. Músculos para as orelhas.

Você é capaz de mover os ouvidos sem tocá-los?

Há pessoas que podem fazê-lo porque ainda têm um gene que determina a existência de três músculos ao redor das orelhas: o anterior, o posterior e o superior.

Hoje isso é inútil, mas, há milhares de anos, era importante poder direcionar as orelhas e afiar o ouvido. Diz-se que os humanos perderam essa habilidade porque, sem predadores à vista e sem a necessidade de caçar, não precisamos deste recurso.

No entanto, isso ainda é feito por muitos animais. Os gatos, por exemplo, são capazes de mover seus ouvidos de forma independente para capturar ruídos vindos de direções diferentes.

2. O cóccix.

O cóccix está no final da medula espinhal e é um remanescente da cauda que ajudava os nossos antepassados a se equilibrarem.

Agora que ficamos de pé, não precisamos mais deste suporte. Ainda assim, o osso nos ajuda a manter o conforto quando estamos sentados e é um importante ponto de ancoragem entre nossos músculos.

3. O apêndice.

Com formato de meia, o apêndice é uma pequena porção do sistema digestivo que está localizada na parte inferior direita da barriga, entre os intestinos delgado e grosso.

O aparelho não cumpre uma função clara na digestão. Pode ter sido útil, em algum momento, para nos ajudar a digerir folhas ou na recuperação de uma infecção, mas os cientistas ainda não sabem qual foi a sua função específica.

O apêndice pode inflamar, levando a uma condição dolorosa: a apendicite, que é bastante comum e faz com que muitas pessoas removam o órgão.

4. Dentes sisos ou 'do juízo'.

Nós temos dentes com formatos diferentes porque eles desempenham distintas funções. Os incisivos, na frente da boca, ajudam a cortar pedaços de comida; os caninos, pontiagudos, rasgam alimentos mais desafiadores, como as carnes; e os molares servem para que a comida chegue a uma textura que possibilite a digestão.

Mas existe um tipo de dente sem o qual poderíamos viver bem: os sisos. Eles estão na parte traseira da mandíbula e se desenvolvem à medida que envelhecemos - por isso são conhecidos popularmente como "dentes do juízo". Eles geralmente aparecem quando chegamos à idade adulta.

Nossos ancestrais os usavam para mastigar plantas, mas hoje não precisamos deles.

O problema que geram é de espaço. Não temos lugar sobrando para eles em nossas mandíbulas, o que significa que eles geralmente empurram os outros dentes - e isso pode ser muito doloroso.

A razão de não haver espaço suficiente é fato de que o cérebro cresceu ao longo do tempo, modificando o formato da nossa cabeça.

5. Arrepios.

Quando temos frio, nossa pele se eriça, os músculos são tencionados e criam uma espécie de protuberância na pele - os arrepios.

Nossos antepasssados tinham pelos mais espessos, o que os ajudava a mantê-los isolados e aquecidos no frio.

Mesmo que o nosso pelo seja agora muito mais fino, o ar ainda fica preso entre os finos cabelos da pele quando a temperatura está baixa - nos ajudando a manter o calor.

Os arrepios também ajudavam nossos antepassados em situações ameaçadoras, fazendo com que parecessem mais temíveis. Isto ainda acontece com muitos mamíferos, como cães e gatos.


Quando temos medo, continuamos a reagir assim. Perceba na próxima vez que ficar assustado!

EMPRESÁRIO É PRESO POR TORTURAR ESPOSA NA FRENTE DA FILHA...

FONTE: Leiaja.com,site parceiro do Leiamais.ba,http://leiamais.ba

As agressões começaram após discussão na Ceia de Natal e seguiram por cinco dias.


Um empresário foi preso após torturar esposa na frente da filha de dois anos por cinco dias. A prisão aconteceu no município de Boa Hora, no Piauí. 
“Ele bateu a porta do carro no rosto dela, deu vários chutes, a ponto de ela chegar a desmaiar. Depois jogou água para que ela acordasse e enrolou uma corda no pescoço dela”, contou o delegado Renato Pinheiro ao Portal CidadeVerde.com.
As agressões foram feitas na frente da filha de dois anos do casal. A polícia chegou ao local através de uma denúncia feita por aplicativo. “A denúncia dizia que a mulher estava sendo mantida em cárcere privado. Nós fomos ao local e a encontramos com machucados em todo o corpo. Ele já tinha histórico de violência doméstica e já havia sido preso por outros crimes. Já foi investigado por associação criminosa, roubo, tráfico de armas e outras coisas”, relatou Pinheiro.

O agressor é um empresário do ramo de autopeças. Sua prisão em flagrante já foi convertida em preventiva. A vítima foi hospitalizada com uma lesão no crânio. A discussão teria começado na Ceia de Natal dia 24 de dezembro. Segundo o CidadeVerde.com, a criança está com os avós.

CAMPEÃ PARALÍMPICA SE INTERNA E AGUARDA DATA PARA RECEBER INJEÇÃO LETAL...

FONTE:, Notícias Ao Minuto, https://www.msn.com


A belga Marieke Vervoort, campeã paralímpica em Londres-2012 e medalhista na Rio-2016, passará pelo processo de eutanásia e já está internada, segundo o Telegraph.

A paratleta ficou conhecida no Brasil após os Jogos do Rio, em que assumiu não suportar as fortes dores que sentia por conta de uma tetraplegia progressível que sofre desde os 14 anos, e que não tem cura. 

 “Não quero sofrer mais, isso é muito difícil para mim. A cada dia me deprimo mais e mais. Nunca tive esses sentimentos, mas não posso mais com isso. Nunca experimentei estes sentimentos, estou chorando muito”, relatou a atleta, que se encontra internada no Hospital Universitário de Bruxelas.


Apesar da internação, a injeção letal ainda não tem data marcada. A recomendação para eutanásia, afirma a reportagem, foi feita pelo seu médico. 

DUPLA BA-VI: CLUBES AINDA NÃO FECHARAM O PACOTE DE REFORÇOS PARA 2018...

FONTE: Tribuna da Bahia, Salvador, http://www.trbn.com.br

Lucas Taylor está sem espaço nos planos do Palmeiras para 2018, e seu destino deve ser o CT da Toca do Leão em Salvador.


O lateral-direito Lucas, que pertence ao Palmeiras e esteve emprestado ao Fluminense em 2017 onde foi titular e teve boas atuações, deve ser o mais novo contratado do Esporte Clube Vitória, garante o site LANCE!. Segundo informações do portal, o jogador seria emprestado ao Leão por uma temporada.
O jogador retornou de empréstimo do Fluminense, que preferiu não tentar a renovação do seu contrato, porém, o Palmeiras não tem interesse em manter o atleta no elenco, afinal, já conta com Mayke, João Pedro e Marcos Rocha para a posição de lateral-direito. Ou seja, deve ser novamente emprestado e o Vitória aprece como principal destino, de acordo com informações da imprensa paulista.
Na Série A deste ano, Lucas foi peça importante na equipe comandada por Abel Braga. Disputou 32 partidas na competição nacional, todas como titular. Antes de atuar nas Laranjeiras, ele também jogou por Cruzeiro, Botafogo, São Bento-SP e Figueirense.
João Paulo.

Apesar de estar apalavrado com Nino Paraíba, o Bahia segue no mercado em busca de outro lateral-direito e o nome que ronda nos bastidores é de João Paulo, revelação do Palmeiras que estava emprestado à Chapecoense nesta temporada. Inclusive, a Chape tem interesse em manter o jogador, porém, terá a concorrência do Bahia e também do Atlético-PR. As informações são do site Futebol Interior. Com a contratação de Marcos Rocha e a permanência de Mayke, além de ter Jean que atua na lateral-direita, o Palmeiras pretende se desfazer dos seus laterais. 

APÓS ASSÉDIO COM GRITOS DE 'PIRANHA', DENTISTA TERÁ INDENIZAÇÃO DE R$ 8 MIL...

FONTE: Do UOL, em São Paulo, http://estilo.uol.com.br



A dentista Jéssica Mendes, 29 anos, vai receber R$ 8 mil como indenização após sofrer assédio de um funcionário em um canteiro de obras no Rio de Janeiro.

Jéssica diz ter sofrido com repetidos episódios de assédio sempre que tinha que ir para a academia. Constrangida e irritada com gritos como ‘gostosa’ e ‘piranha’, ela pediu para que o assediador parasse com as ofensas. Em troca, sofreu com ainda mais ameaças, alguma delas de cunho de violência sexual.

A batalha para receber o valor da construtora se arrastou por dois anos. À época das agressões, Jéssica já havia feito boletim de ocorrência. Segundo a imprensa local, a construtora responsável pela obra, a EIT Engenharia S/A, não se pronunciou sobre a decisão da justiça.


Segundo o Datafolha divulgou no último sábado (23), 42% das mulheres brasileiras relatam já ter sofrido assédio sexual. O índice sobe para 45% entre mulheres com até 16 a 24 anos.

RESSACA PODE SER REDUZIDA SE FOREM TOMADOS CUIDADOS ANTECIPADAMENTE...

FONTE:http://leiamais.ba


Nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz dá dicas para diminuir o mal-estar dos exageros.



O consumo regular de bebidas alcoólicas pode trazer malefícios a diversos órgãos do corpo e acarretar doenças como pancreatite e hepatite, processos inflamatórios do pâncreas e do fígado respectivamente, além de uma série de complicações cardíacas e gastrointestinais.
Para manter um estilo de vida saudável o ideal é evitar o consumo excessivo de álcool, no entanto, sabemos que com o fim do ano a onda de comemorações se intensifica na vida dos brasileiros.
São happy hours para rever os amigos, festas do trabalho e confraternizações diversas que, geralmente, costumam ter bebidas alcoólicas e, muitas vezes, contam com a presença dos indesejados sintomas da ressaca no dia seguinte.
Para amenizar esses efeitos é importante se preparar antes das celebrações, investindo em uma boa alimentação.
A hidratação também é aliada importante do organismo no combate aos efeitos do álcool. O ideal é se hidratar antes, durante e depois das confraternizações. A nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Fernanda Maluhy, dá dicas de como evitar a ressaca:
Alimentação – A alimentação, antes e depois do consumo de bebidas alcoólicas, deve ser composta principalmente por bons carboidratos com baixos índices glicêmicos, encontrados em frutas, verduras e legumes, para equilibrar a quantidade de açúcar no sangue de forma saudável e auxiliar na metabolização do álcool. Os efeitos desconfortáveis também podem ser amenizados se houver o consumo de alimentos durante a ingestão de bebidas alcoólicas.
Hidratação – A ingestão de líquidos antes, durante e depois do consumo de álcool é essencial para diminuir o mal-estar da ressaca. O ideal é beber a quantidade adequada de água no período antecedente, intercalar copos d’água com a bebida alcoólica e caprichar na reposição de líquidos e sais minerais no dia seguinte, com isotônicos naturais como suco de melancia e água de coco.
Detox – Alimentos depurativos, também conhecidos como detox, são bem-vindos após exageros no geral. De preferência unir frutas ricas em sais minerais e vitaminas com verduras verde escuras, como a couve e o espinafre, que irão auxiliar no funcionamento do intestino, acelerando, assim, a desintoxicação do organismo.

Quantidade – Não existe fórmula mágica para se proteger da ressaca após a ingestão de grandes quantidades de álcool, então, a dica mais eficaz é controlar o quanto se bebe e evitar os exageros, preservando o estômago e o fígado que são imediatamente prejudicados por esses abusos, além de evitar os possíveis problemas a longo prazo, como o acúmulo de gordura, aumento da pressão, do colesterol, entre outras complicações.

sábado, 30 de dezembro de 2017

NEM VERRUGA NEM PINTA. SAIBA O QUE SÃO ESTAS BOLINHAS QUE APARECEM NO CORPO...

FONTE: *** Amarílis Lage, Colaboração para o VivaBem, http://vivabem.uol.com.br


Entenda o que causa o surgimento dos acrocórdons, muito comuns no pescoço, e saiba quais são os métodos mais indicados para se livrar deles.

Você já deve ter tido, mas nem sabia que essas bolinhas super comuns têm nome: acrocórdon. Elas surgem principalmente na região do pescoço, nas axilas, na virilha e logo abaixo dos seios. Têm formato pendiculado e podem ser um pouco mais escuras que a pele.

Quem tem esse tipo de lesão na pele não precisa se preocupar – as bolinhas são assintomáticas e não causam qualquer dano à saúde. Porém, elas podem indicar a presença de outros problemas, como resistência à insulina, por isso é importante ficar alerta sobre seu aparecimento.

O que são?

Ao contrário do que muita gente pensa, essas pápulas não são um tipo de verruga. O termo verruga define as lesões duras e ásperas causadas pelo papiloma vírus humano (HPV). Já os acrocórdons (também chamados de fibromas moles, quando maiores) não têm nada a ver com infecções por vírus, bactérias ou fungos. Eles são compostos por um tecido igual ao da nossa pele: epiderme, tecido conjuntivo, vasos e, às vezes, tecido adiposo (gordura). Elas podem causar desconforto físico e estético, mas não há transformação para câncer.

Por que surgem?

Essa é uma das lesões cutâneas que aparecem naturalmente com a idade. Por isso, são mais comuns a partir dos 40 anos. E tem um fator genético: há famílias que as apresentam em maior frequência.
Mas vale destacar que, muitas vezes, o aparecimento está relacionado a sobrepeso, obesidade e diabetes tipo 2. Quem tem muitos acrocórdons precisa prestar atenção no nível de insulina.

Nas mulheres, é comum o aparecimento durante a gestação – isso ocorre devido à presença de hormônios que estimulam o crescimento epidérmico (o que também faz com que as pintas fiquem mais evidentes nesse período).

É necessário retirá-los?

Depende. Os acrocórdons não oferecem risco à saúde e muitas vezes somem espontaneamente. Porém, vale a pena eliminá-los quando eles se tornam fonte de incômodo, seja ele estético ou físico. Há quem se queixe de coceira na região afetada. Outras pessoas acabam se ferindo com frequência – é o caso de mulheres com acrocórdons nas axilas, que se machucam durante a depilação com lâmina.

Como deve ser feita a retirada?

Por se tratar de uma lesão muito superficial, a técnica mais comum é o “shaving”. Nesse tipo de procedimento, as lesões são retirados com uma lâmina bem delicada, às vezes, com anestesia local ou creme anestésico. Além disso, é possível destruir a lesão com radiofrequência [bisturi elétrico], laser ou crioterapia [técnica em que áreas específicas do corpo são submetidas ao frio intenso].

É importante destacar que, independentemente do método utilizado, o procedimento deve ser realizado por um médico – seja ele dermatologista ou cirurgião plástico. Afinal, embora não seja muito complexo, trata-se de um procedimento invasivo.

Dá para tirar por conta própria?

Não. Receita caseira nunca é uma boa ideia. O aviso vale tanto para a aplicação de óleos, sumos e seiva de plantas, como para o uso de remédios para tratar verrugas, à venda em farmácias. Retirar o acrocórdon por meio de lâminas, fios etc. também é bem perigoso.

Quem recorre a soluções do tipo corre o risco de acabar com uma irritação no local, assim como queimaduras, infecções e cicatrizes.


*** Fontes consultadas: Luciana Baptista Pereira, professora de dermatologia da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e Renata Ferreira Magalhães, chefe do serviço de dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

CONTAS DE LUZ TERÃO BANDEIRA VERDE EM JANEIRO, DIZ ANEEL...

FONTE: Tribuna da Bahia, Salvador,http://www.trbn.com.br

A mudança da bandeira foi possível em razão do aumento das chuvas nas últimas semanas, que ajudaram a recuperar o nível dos reservatórios das hidrelétricas.


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que as contas de luz terão bandeira verde no mês de janeiro. Com isso, os consumidores não terão que pagar taxa adicional no próximo mês. Em dezembro, vigorou a bandeira vermelha em seu primeiro patamar, cuja taxa é de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.
A mudança da bandeira foi possível em razão do aumento das chuvas nas últimas semanas, que ajudaram a recuperar o nível dos reservatórios das hidrelétricas. 
"O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN). Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica", informou a Aneel.
O sistema de bandeiras tarifárias leva em consideração o nível dos reservatórios das hidrelétricas e o preço da energia no mercado à vista (PLD). Essa metodologia está em audiência pública e pode ser alterada no início de 2018.
No novo sistema, a bandeira verde continua sem taxa extra. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 kWh. No primeiro patamar da bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. E no segundo patamar da bandeira vermelha, a cobrança é de R$ 5,00 a cada 100 kWh.

O sistema de bandeiras tarifárias é uma forma diferente de cobrança na conta de luz. O modelo reflete os custos variáveis da geração de energia. Antes, esse custo era repassado às tarifas uma vez por ano, no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros, a Selic. Agora, esse custo é cobrado mensalmente e permite ao consumidor adaptar seu consumo e evitar sustos na conta de luz.

QUE TAL CRIAR CAMADAS NO BOM E VELHO CAFÉ COM LEITE? SAIBA COMO...

FONTE: , Joanna Klein, http://noticias.uol.com.br


Qualquer bom barista irá dizer que, se você quiser fazer um bom latte (café expresso com espuma de leite), a ordem certa é colocar o leite no café, não o contrário.

Há outro estilo de latte por aí --o latte em camadas, ou #layeredlatte, como você encontrará no Instagram. Criado por acidente, ou por baristas experimentando novos tipos de bebidas, essas bebidas listradas começaram com um copo de leite quente, com o café sendo adicionado depois.

Bob Fankhauser, engenheiro aposentado em Portland, Oregon, criou acidentalmente seu próprio latte em camadas em casa e queria saber por que elas se formam.

No ano passado, Fankhauser enviou um e-mail incluindo fotos de seus lattes em camadas para Howard Stone, engenheiro químico que estuda dinâmicas de fluidos na Universidade de Princeton (EUA), o que fez com que ele e um aluno de pós-graduação pesquisassem o processo. A equipe publicou seus resultados em 12 de dezembro na "Nature Communications".

Depois de recriar o latte com seu próprio café expresso e leite, a equipe criou um café simulado, injetando água doce aquecida e tingida em água salgada aquecida mais densa para testar os parâmetros científicos que possibilitam essas camadas espontâneas. Eles descobriram que colocar o café expresso quente em leite morno a certa velocidade gera uma interação entre temperatura e densidade que faz com que a bebida se separe em camadas de diferentes densidades.


O mesmo fenômeno básico, chamado de convecção duplo-difusiva, cria camadas de água no oceano.
Nan Xue, aluno de pós-graduação no laboratório de Stone que conduziu o estudo, descobriu que, mesmo que você mexa as camadas com uma leve agitação, elas vão se transformar e permanecer no lugar --por minutos, horas e até dias.

Enquanto a mistura estiver mais quente do que o ar em volta, a agitação cria outro gradiente de densidade, semelhante ao produzido quando se adiciona o café. Mas se mexer depois que o latte atinge a temperatura ambiente – tchau camadas.


Para criar seu próprio latte em camadas, despeje expresso quente sobre uma colher em um copo alto de leite com aproximadamente a mesma temperatura. Aguarde alguns minutos para que as camadas se formem à medida que o líquido esfria.

TIMES PAULISTAS DEVEM À RECEITA FEDERAL MAIS DE R$ 100 MILHÕES...


Palmeiras e São Paulo confirmam ter sido notificados pelos auditores fiscais.



A Receita Federal e os times de São Paulo iniciaram nos últimos meses uma batalha que promete perdurar por anos. O órgão exige o pagamento de tributos de anos anteriores, em uma soma que pode passar os R$ 100 milhões. Já os clubes alegam se tratar de cobrança indevida, uma vez que por serem registrados como associações sem fins lucrativos, estão livres desses pagamentos

Palmeiras e São Paulo confirmam ter sido notificados pelos auditores fiscais. Os dois clubes tiveram a isenção tributária suspensa em setembro deste ano, em ato publicado no Diário Oficial da União. O Estado apurou que Corinthians e Ponte Preta também foram alvos.

O órgão exige o acerto de tributos como Imposto de Renda (IR), Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) e PIS/Cofins referentes a 2012 e 2013. Os anos seguintes também podem ser alvo de análise. A Receita Federal explicou que não comentaria o assunto.

O imbróglio principal no caso está no entendimento se os clubes de futebol podem ser classificados como entidades sem fins lucrativos, como também são as igrejas. Esse status dispensa o pagamento de alguns tributos e estava assegurado às equipes desde a lei sancionada em 1997 até a suspensão em setembro deste ano.

Apesar disso, os times veem a pendência com tranquilidade, pois afirmam ter embasamento na lei para se livrarem dos pagamentos. As diretorias, inclusive, começaram a se defender. Os departamentos jurídicos das equipes têm até mesmo se reunido para compartilhar informações sobre o tema.

Mesmo sem revelar os valores, os clubes demonstraram preocupação com as quantias cobradas pela Receita Federal. Os tributos incidiriam sobre um valor bem próximo ao da receita bruta. O pagamento do PIS e do Cofins abocanharia cerca de 9,25% desse montante. O IR e o CSLL atingiriam até 34%.

Para um clube como o Palmeiras, por exemplo, que fechou a temporada de 2016 com receita de R$ 500 milhões, a conta a ser paga seria bastante elevada, mesmo que por enquanto a cobrança esteja restrita somente aos exercícios tributários de 2012 e 2013, cujos rendimentos foram menores.

O advogado tributarista Flávio Sanches, do escritório CSMV Advogados, responsável por representar o Palmeiras no processo, explicou que a Receita Federal fez uma interpretação equivocada do texto da lei. "O órgão cita a lei ao dizer que time de futebol não tem direito à isenção, mas esquece dos parágrafos complementares ao artigo e que nos asseguram esse direito", disse.

Anos atrás, Coritiba e Goiás também enfrentaram casos parecidos contra a Receita Federal e conseguiram ganhar na Justiça. Flávio Sanches afirmou que a esfera tributária no futebol enfrenta confusões de interpretação porque em um primeiro momento, em 1998, a Lei Pelé tentou transformar os clubes em empresas, medida recuada em 2000, quando essa decisão passou a ser facultativa.

"Esse caso nos preocupa, é claro, mas entendemos juridicamente que ao final deve se confirmar a nosso favor, pois cumprimos os requisitos de sermos associações sem fins lucrativos", disse Flávio Sanches.

COOPERATIVA INDÍGENA DESAFIA MÁFIA DE ALIMENTOS NA AMAZÔNIA...

FONTE:
, Felipe Corona, Em Cacoal (RO), http://noticias.uol.com.br

Qualidade
Auto
Reprodução automática
Qualidade
0:00/0:00
Reprodução
automática em 5s
Visitar anunciante
Publicidade •
Por favor, para ver o vídeo, atualize o seu navegador. [Erro UV-010]
Uma cooperativa agrícola de uma pequena aldeia indígena na Amazônia desafia as máfias que controlaram há décadas a exploração e comercialização de alimentos na região.
Com a criação, em outubro, da Cooperativa de Produção e Desenvolvimento Indígena Paiter (Coopaiter), que permite a comercialização de alimentos sem a intervenção de terceiros, e a expulsão de madeireiros, em novembro, a aldeia Nabecob Abalakiba começou a ser ameaçada.

Depois do confronto entre indígenas e madeireiros expulsos, homens armados supostamente a mando dos invasores atacaram Naraimi Suruí, filho do cacique Anine, e sua esposa, Elisângela Dell-Armelina Suruí, eleita educadora do ano no Brasil, que lideram a cooperativa e saíram ilesos do ataque.

Cacoal, a 485 quilômetros de Porto Velho, é o único município de Rondônia onde os indígenas participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal.
Na aldeia Nabecob Abalakiba, a 45 quilômetros do centro de Cacoal, 20 famílias da etnia Paiter-Suruí comercializam através do PPA produtos cultivados por eles mesmos, como bananas, café, mandioca e castanha.


O estímulo à agricultura familiar, sob parâmetros de desenvolvimento sustentável, gera mensalmente para essas famílias indígenas aproximadamente R$ 6 mil.

"O que sentimos no trabalho do PAA é a valorização da nossa produção e buscamos melhorar a qualidade. Nós temos várias aldeias dentro do PAA: a aldeia Lobó, a Lapetanha e a Nabecob Abalakiba. É um início do nosso mercado", disse Naraimi Suruí, um dos coordenadores do programa.
Entre os produtos vendidos pelos Suruí ao governo, que são destinados a alimentar comunidades carentes em todo o país, há cinco variedades de banana.

A aldeia também produz outros alimentos para consumo próprio, como amendoim, amêndoas, batatas, laranjas e tangerinas.

Com a organização adquirida através da cooperativa, as aldeias pretendem, além de melhorar a qualidade dos seus alimentos, conseguir melhores preços e evitar os "atravessadores", como são conhecidos os intermediários que antes ficavam com a maior parte dos lucros da produção agrícola indígena.

"Acredito muito que podemos nos fortalecer, e na união do trabalho, porque nós somos um povo que precisa de fortalecimento no trabalho e com o desenvolvimento sustentável", comentou Lana Suruí, uma das encarregadas da colheita de castanhas.

"A cooperativa vem reforçar tudo aquilo que nós estamos precisando" e, com o passar do tempo, "vai trazer um futuro melhor para os nossos filhos", apontou Lana.


O surgimento da cooperativa se deu meses depois de uma série de ações das autoridades para desmantelar uma rede de pecuaristas e fazendeiros acusados de provocar grande parte do desmatamento na floresta amazônica.

Em 2016, a Polícia Federal deteve os supostos líderes de uma máfia acusada de falsificar títulos de terras e desmatar 300 quilômetros quadrados de floresta no Pará com o propósito de extrair madeira de forma ilegal e depois converter essas áreas em pastos para gado e cultivos de soja e arroz.


A operação, que descobriu sete empresas de fachada para encobrir os crimes ambientais e a formação de um cartel, foi organizada após denúncia apresentada no Ibama por indígenas da região que acusaram os pecuaristas de invadir suas terras.

CIENTISTAS DESCOBREM POSSÍVEL CAUSA PARA A DEPRESSÃO PÓS-PARTO...

FONTE:, Leticia Fuentes, https://www.msn.com


depressão pós-parto é uma condição comum entre mulheres que acabam de dar à luz – estima-se que uma a cada cinco  mães desenvolvam o distúrbio, podendo apresentar ansiedade, fadiga extrema, incapacidade de criar laços com a criança e pensamentos suicidas. Um novo estudo divulgado por pesquisadores americanos sugere que essa doença possa ser consequência de um desequilíbrio no sistema responsável por responder ao estresse, que deveria ser suprimido durante a gravidez. Os resultados foram publicados na última semana no periódico Psychoneuroendocrinology.

“A gravidez, obviamente, envolve grandes mudanças no corpo de uma mulher, mas agora estamos começando a entender importantes adaptações invisíveis ocorridas no nível neuroquímico, que podem ser importantes para manter a saúde mental e o comportamento materno nas primeiras semanas ou meses após o parto”, afirma a neurocientista e líder do estudo Laverne Camille Melón, da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, em comunicado. Os cientistas acreditam que a descoberta pode ajudar a desenvolver novos tratamentos para a condição, que além de afetar as mães, também pode comprometer o desenvolvimento e o comportamento da criança.

Sabe-se que o estresse é responsável por ativar um mecanismo chamado eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (HHA), que desencadeia a resposta de lutar ou fugir quando os animais são confrontados com uma ameaça. Durante e após a gravidez, esse mecanismo normalmente é bloqueado, ajudando a isolar o feto em desenvolvimento do estresse. Mas o novo estudo indica que, em alguns casos, o organismo falha em suprimir o eixo, causando um desequilíbrio que pode levar à depressão pós-parto.

Melón e sua equipe realizaram um experimento em duas etapas com camundongos virgens, grávidos e em pós-parto. Na primeira, eles analisaram a ação de uma proteína chamada KCC2, responsável por regular a quantidade do hormônio liberador de corticotrofina (CRH, na sigla em inglês), que ativa o eixo HHA, em roedores comuns.

Os cientistas observaram supressão da KCC2 em camundongos virgens expostos ao estresse, mas não em camundongos grávidos ou em pós-parto. Isso sugere, segundo a equipe, que a atividade da proteína pode contribuir para a inibição do eixo HHA durante a gravidez.

Na segunda etapa do estudo, os pesquisadores desenvolveram camundongos que careciam completamente de KCC2 e compararam a função do eixo HPA nestes roedores com seus correspondentes normais. Os ratos sem a proteína demonstraram respostas mais expressivas ao estresse durante o período anterior ao parto, não mostraram a redução da ansiedade típica do período pós-parto e exibiram cuidados maternos anormais em comparação com os camundongos comuns. Além disso, utilizando novas estratégias quimiogenéticas para ativar ou silenciar especificamente os neurônios receptores de CRH, os pesquisadores conseguiram apontá-los como possíveis culpados desses comportamentos semelhantes à depressão pós-parto.


“Nosso novo estudo fornece as primeiras evidências empíricas que suportam as observações clínicas da disfunção do eixo HHA em pacientes com depressão pós-parto”, disse a neurocientista e coautora do estudo Jamie Maguire, também da Universidade Tufts. Ainda assim, a equipe não acredita que esse desequilíbrio seja a única causa para a condição. “Vários distúrbios psiquiátricos e neurológicos são um conjunto de sintomas e representam uma sinergia infeliz de inadaptações heterogêneas. Os mecanismos que levam uma mulher à depressão pós-parto podem ser diferentes daqueles presentes em outras”, concluiu Melón.

3 MÚMIAS AJUDAM ADVOGADOS A REDUZIR PUNIÇÃO DE GUERRERO...


O jogador havia sido suspenso por um ano.

Três múmias encontradas na Cordilheira dos Andes em 1999 foram usadas na defesa do centroavante peruano Paolo Guerrero diante das acusações de doping nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.
O jogador havia sido suspenso por um ano pelo uso de benzoilecgonina, um metabólito comum à cocaína e folha de coca, na penúltima rodada do torneio, no início de outubro.

Seus advogados reverteram a suspensão para seis meses, o que permite que o atacante vá ao Mundial, utilizando muito mais que uma análise esportiva.

A equipe de experts e os advogados de Paolo Guerrero, Pedro Fida e Bichara Neto, buscaram um arqueólogo para tentar provar que a substância encontrada no corpo do atleta pode permanecer no organismo por anos. Na realidade, por séculos.

Um estudo realizado por universidades britânicas, peruanas, dinamarquesas e argentinas, publicado em 2013, é a base desse argumento. A avaliação se concentra em três múmias: uma garota de 13 anos, outra de quatro e um menino de cinco. Todos foram encontrados no topo do vulcão Llullaillaco, na Argentina, um dos lugares sagrados para o sacrifício humano entre os incas e localizado a mais de 6,7 mil metros de altitude.

Quase que totalmente preservados, os três corpos teriam sido vítimas de capacocha, um ritual tradicional de sacrifício de crianças. Estima-se que elas teriam vivido entre os anos de 1480 e 1532. Uma atenção especial foi dada pelos arqueólogos à garota de 13 anos, chamada de "A Donzela". Em seu cabelo negro, uma quantidade importante de benzoilecgonina foi encontrada - a cocaína é apenas uma invenção do século 19.

Folhas de coca foram encontradas entre seus dentes e a tese principal dos especialistas é de que a menina foi obrigada a consumir aquele produto antes do sacrifício. Quinhentos anos depois, o produto continua a ser detectado em seu corpo. "Análise do cabelo revela a presença de coca e de benzoilecgonina, o que mostra que todas as três crianças haviam digerido coca", apontou o estudo. As múmias revelam 7 nanogramas por miligrama de cabelo. Nanograma é a bilionésima parte do grama.

Apesar de ter conseguido uma redução da pena para apenas seis meses, Pedro Fida e sua equipe levarão o caso à Corte Arbitral dos Esportes (CAS, na sigla em inglês), onde tentarão isentar o jogador de qualquer punição. As audiências devem ocorrer nas primeiras semanas de 2018.