segunda-feira, 6 de maio de 2013

SEMINÁRIO DISCUTE USO DE ANTIBIÓTICOS...


FONTE: Valéria Ibalo, TRIBUNA DA BAHIA.

Os perigos quanto ao uso de antibióticos de forma indiscriminada estarão em debate no I Simpósio Princípios de Antibioticoterapia, que acontecerá nesta terça-feira, dia 7 de maio, das 13 às 17 horas, no auditório do Centro de Ensino e Pesquisa Professor Adib Jatene (CEPPAJ), na sede das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), no Largo de Roma.

Promovido pela Comis-são de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) da OSID, o evento, aberto a médicos, enfermeiros, farmacêuticos e fisioterapeutas, entre outros profissionais da área de saúde, tem como objetivo aprofundar o conhecimento sobre as indicações clínicas mais comuns de trata-mento com antibióticos e a utilização mais criteriosa desses medicamentos.

“A prescrição de um antibiótico sem uma indicação precisa pode levar ao desenvolvimento de resistência bacteriana, à emergência de novos patógenos e ao aumento de custos hospitalares. É fundamental que seja prescrito aos pacientes de forma apropriada, com conhecimento”, defende o infectologista Gustavo Mustafá, líder do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) da OSID.

Um exemplo de cuidados com relação ao uso de antibiótico foi a Klebsiella, normalmente inofensiva em seu estado natural, se torna resistente a praticamente todos os antibióticos conhecidos quando sofre mutação. Sua prevenção envolve basicamente duas frentes: controle na administração de antibióticos e higienização no ambiente hospitalar.

A bactéria é um ser altamente capaz de criar mecanismos de defesa. Na medida em que sofre a agressão do antibiótico, morrem milhões, mas sobrevivem algumas. Por esse motivo, com essa seleção natural, quando o remédio é usado de novo não tem mais efeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário